A pergunta que eu mais faço agora é…

8 de janeiro de 2015 por
Publicidade

COLDPLAY PORQUE VOCÊ NÃO VIVE E SENTE MAIS A VIDA, DEIXANDO DE SER APENAS MAIS UM OBSERVADOR REAGENTE DE TODA A HISTORIA QUE ESTÁ SE DESENROLANDO? Eu posso garantir que é bom demais poder ser o protagonista da melhor historia dessa minha vida agora. Eu percebi que esse EGO que eu mesmo criei, identificando e armazenando pensamentos por semelhanças em temas e vibrações, que eu posso muda-lo a todo e qualquer momento, do jeito que eu quiser. Eu estou no comando, sou eu quem faço minhas escolhas e não minhas crenças que eu ainda posso expandi-las ao meu menor comando mais deliberado. A coisa é até muito mais simples do que foi criar toda essas crenças resistentes ao fluxo de Bem Estar. Eu mesmo posso criar momentos felizes e emotizar pensamentos, para que eles passem a ser a minha crença dominante desse tema, e eu ainda posso também aproveitar todos os momentos felizes que os outros contrastes estão realizando em qualquer lugar do planeta e que eu vier a escolher e desejar usar a meu favor. Eu posso ir num show e usar toda essa vibração de alegria minha e dos outros, dando um um simples grito, ou pulando bem mais alto que os outros, onde toda essa gente feliz vai focar por alguns momentos, toda essa energia boa em mim, naquele exato momento onde eu estou pensando e sentindo tudo o que mais eu quero viver. Eu estou no meu VÓRTICE CRIATIVO AGORA…

Uma linda amiga que eu conheci na praia, eu estava ouvindo o som do Coldplay, então ela me fez pensar essa pergunta. Ela é também uma fã do Coldplay, adora mesmo, e eles até já confirmaram que vem tocar de novo no Brasil esse ano. Então, eu lhe fiz essa pergunta e ela não soube me responder. Na verdade a maioria quando ouve ou lê isso que eu vibro, pensa que nesses momentos mágicos e eletrizantes, que eles tem que ficar pensando em dinheiro, em carro, ou num relacionamento, mas isso tudo já foi desejado e está só me esperando sentir um grande felicidade, uma total liberdade e ainda uma maior expansão de energia a minha volta. Então, eu comecei a pensar em como eu me comportaria se eu fosse ela, ainda uma mulher nova e linda, cheia de vida, que poderia mudar a vida em aprender a ser ativa em cada acontecimento mais feliz que eu pudesse encontrar ou criar. Eu lhe disse que se eu fosse ela, eu estaria lá de qualquer maneira, começando em já me sentir estando lá, cada vez que eu ouvir qualquer musica deles. E já ir imaginando encontrar um jeito qualquer de fazer a maior parte da galera focar em mim, que seja no palco ou nos telões, fazendo alguma coisa muito louca onde eu chamaria toda a atenção que eu puder para mim, e nesse exato momento, pensar e sentir tudo o que eu mais quero nessa minha vida agora, de dentro do meu vórtice, onde estarei sugando toda aquela energia focada em mim… Com certeza seria um momento que eu nunca desejaria que acabasse…