É preciso saber viver…

10 de dezembro de 2014 por
Publicidade

repetindo Sair do mundo decoreba, saber o que se vai repetir mais e mais vezes, mas sem decoreba e o mais importante. Não é o que eu faço que é importante, é o que eu sinto enquanto eu penso em fazer qualquer coisa. Usar os momentos mágicos para por mais magia na minha vida é o que faz a minha própria vida ser bem mais divertida. Poucas pessoas aproveitam seus momentos marcantes para criar mais momentos marcantes e até criar ou realimentar novas crenças dominantes que vão ditar as realidades em que ela vai estar. Num vídeo da Esther Hicks, todo mundo caia na gargalhada quando ela diz, não é para ficar dizendo 1234, 1234 e 1234, ou azul, azul e azul o tempo todo. Se o tema for abundância, você pode dizer, que carro mais lindo, que casa maravilhosa, que céu esplendido, que marzão gostoso ou eu vim ao mundo cercado de milhões de outros espermas. Tudo isso é totalmente ligado a sua abundância.

Mas, as pessoas apenas querem; repetir, repetir e repetir, o decoreba que as escolas de fabricar egos resistentes lhes ensinaram, vamos tomar a tabuada de novo, e lá se vai desperdiçando os seus melhores momentos de sua vida, e ainda não criando pontes para o melhor que ainda está por vir. Elas só lembram de pensar naquilo que mais querem, quando estão se sentindo mal, quando seu foco ainda está na falta do que ela mais querem e ainda não tem. Então, tudo que elas fazem é voltar ao que é mais racional. Eu vou estudar mais isso para encontrar algo para eu fazer, para eu ter o meu dinheiro, e ao encontrar tenho que estudar mais, me reciclar ainda mais, quem sabe um MBA, mais uma prós graduação em resistência, para quem sabe alguém ver todo esse meu esforço e melhorar o meu ganho, e assim ela está sempre esperando algo racional para resolver a sua vida. Não é atoa que a maioria ainda tenha tantos problemas para resolver tentado encontrar de qualquer maneira uma ferramente que sirva para tudo e para todo mundo.