Arquivo de julho de 2014

Jamais existiu limites de desejos…

- sábado, 26 de julho de 2014

Objetos de desejo Eu posso querer muitas coisas diferentes, ou as mesmas coisas apenas escolhendo caminhos diferentes. Mas se eu tenho consciência que em ambos os casos tudo o que eu tenho que fazer é me divertir fazendo uma jornada totalmente emocional, o Universo irá inteligentemente me dar exatamente o que eu quero agora… Quando eu faço de tudo na minha vida tender para uma jornada puramente emocional, este Universo tem os recursos e a habilidade para orquestrar tudo, para cada um dos meus desejos que eu ainda quero, exatamente como eu os pedi vibrando, mesmo quando eu ainda acho que eles são opostos um do outro. É muito divertido de assistir tudo isso se desdobrando, bem na minha frente, aqui e agora.

A vida humana é apenas mais uma experiência que deve ser sensacional…

- sexta-feira, 25 de julho de 2014

Meu filho e meus netos Essa visão eu mesmo já tinha antes quando ainda budista e ainda sem conhecer os Abraham… Às vezes, alguém que eu amo muito pode ficar doente, seja ela; a minha mãe, minha mulher, um filho meu, um neto ou um primo ou sobrinho. E se eu estou realmente querendo ajudar a qualquer uma dessas pessoas que eu amo a se recuperar, eu apenas tenho de segurar a sua imagem em minha mente num lugar de total Bem Estar, e confiar em que, através do caminho de menor resistência, ou ele vai se recuperar e o Bem Estar será restaurado, aqui e agora, ou ela vai se retirar desse mundo físico, como fez o meu pai, mas que o Bem Estar vai ser restaurada lá de qualquer maneira. Em ambos os casos, se alguém fica aqui nesse mundo físico ou se ela têm o que chamamos de experiência de morte, o Bem Estar sempre é restaurado…

Quer se trate de alguém que ao longo de experiência física veio meditando, e que chegou ao ponto de já estar muito satisfeito com toda essa experiência física que já viveu e diz para si mesmo: “Ah, essa experiência de vida tem sido tão maravilhosa, mas eu acho que agora eu vou voltar a minha atenção para outro aspecto da minha experiência de vida “, e assim fecha seus olhos, quando ela se coloca na cama, e faz a sua transição, e ela é descoberta como tendo feito a sua transição à noite. Ou se algum deles têm uma doença grave, alguma experiência violenta, onde a arma de alguém disparou, ou até a de alguém violento, ou um acidente de carro que acabou fazendo a sua transição. Como eles fazem a sua transição, em última análise, é ainda a mesma experiência de fazer essa transição. Mas em todos os casos, para mim eles sempre restauraram o Bem Estar e voltaram a ser puras energias vivas, escolhendo e esperando a próxima experiência…

Uma historia que poderia marcar a historia… Roberto Vascon…

- sexta-feira, 25 de julho de 2014

Roberto Vascon Isso deveria ser um livro e um dos bons, um dos mais importantes para se contar para todas as crianças do mundo. E relembrá-las que elas não precisam jamais aceitar esmolas e nem ficar abrigos oferecido pelas pessoas mais resistentes ao fluxo de energia e informação de Bem Estar, que apenas os veem como uns pobres coitados e não como grande criadores magníficos como o próprio Roberto Vascon.

Hoje mesmo eu escrevi sobre isso, sobre o que atraímos para nós mesmos, essa nossa conversa com nós mesmos é a mais importante, como conta o Vascon nesse vídeo, ele jamais ficou se sentindo coitadinho, até a sua conversa com o que ele fazia, as bolsas eram libertadoras, ele atraia o melhor de cada pessoa por justamente não aceitar ser um pobrezinho, um coitadinho.

Outro exemplo dessa historia é o não desperdício de energia de Bem Estar, ele não saiu querendo que todo mundo fosse como ele, ou tentando ajudar as outras pessoas que estiveram com ele enquanto ele passou aqueles dias nas ruas, ele mesmo diz, tudo é uma escolha pessoal de cada uma, só faltou ele dizer o que eu vou dizer agora… NÃO TIRE O DIREITO DE ESCOLHAS DE NINGUÉM… NÃO OLHEM PARA NINGUÉM COMO UM COITADINHO… NÃO TIREM A OPORTUNIDADE DE OUTRAS PESSOAS SEREM UM ROBERTO VASCON…

O que eu realmente estou atraindo?

- sexta-feira, 25 de julho de 2014

Atraindo O ego tem muitas armadilhas para se manter soberano. Sem eu controlar deliberadamente os meus próprios sentimentos, eu mesmo me escravizo de vez, com as minhas próprias crenças resistentes ao fluxo de energia e informação de puro Bem Estar. Ou eu sou sempre mais; livre, feliz e cada vez mais expansivo agora, ou eu só estou cada vez mais realimentando as minhas velhas crenças e o ego, com mais identificação de pensamentos semelhantes. E ai eu só atraio mais; pensamentos, pessoas, coisas e eventos, mais resistentes ao fluxo de Bem Estar, e ainda gasto grande parte da minha própria energia focada em alguém ou a algo de algumas empresas, que já descobriram o que é realmente importante atrair para elas agora, que é a minha própria felicidade, nem que seja por alguns momentos.

O que eu quero e preciso atrair é o melhor de cada individualização cooperativa. Atrair mais, o mesmo que os artistas, os empresários e até as empresas de grande sucesso sempre atraem, das milhares de pessoas focadas nelas ou em seus produtos, suas alegrias. Nenhum artista de sucesso, fica ouvindo problemas de seus fãs, ou monta um grupinho no Face para ouvir suas lamurias. Nenhuma empresa de sucesso, os seus milhares de clientes tem acesso direto com suas reclamações, isso é muito bem filtrado pelo Call Center, justamente para não impregnar o sistema, com as velhas crenças resistentes ao fluxo de Bem Estar da empresa.

É a alegria das pessoas, o “eu interior” de cada uma delas que temos que evocar a todo e qualquer o momento, e deixar apenas isso fluir livremente, simplesmente seguindo esse fluxo de energia de Bem Estar que fica cada vez mais caudaloso. E isso é muito fácil porque todos nós já viemos para esse mundo físico, com essa mesma tríade de intenções; felicidade, liberdade e expansão. Isso é tudo que se quer de todo objeto de desejo. Se sentir mais feliz, se sentir mais livre e muito mais sensações expansivas agora…

E o que as pessoas fazem? Justamente o oposto, atraem e ouvem apenas os egos limitados das pessoas, cheios de estruturas criadas para não deixar ninguém mais; livre, mais feliz, e muito menos mais expansivo, porque se não ele perder todo o seu poder. Quem continua apenas atraindo o ego das outras pessoas e não o melhor de cada uma, que é a sua pura energia de Bem Estar. Se mantém apenas com suas parcas energias de Bem Estar, afinal ele mesmo não deixa a energia pura de Bem Estar fluir mais, porque está apenas resistindo mais a ela ao tentar ajudar quem nunca precisou de sua ajuda, ouvindo seus problemas, tentando solucionar problemas alheios, ou até querendo que todo mundo faça o seu exercício ou aquilo que ele fez e deu certo para si, mas que, se alguém encontrou isso e ainda fizer isso sem ele mesmo estar alegre antes, nada disso terá validade. E ainda esquecem que todos nós somos feitos da mesma energia de puro Bem Estar, todos somos criadores magníficos. Alguns momentaneamente apenas de mais contrastes, ao continuar atraindo apenas o ego das outras individualizações.

Como eu sei se criei novas crenças libertadoras?

- quinta-feira, 24 de julho de 2014

rindo 29rindo 39rindo 16 Eu só sei se realmente criei novas crenças libertadoras, e se larguei de mão as minhas velhas crenças resistentes, se eu mesmo percebo e já me pego agora, não mais me importando com as circunstâncias a minha volta, ou como a minha realidade que eu estou vivendo agora está… Eu simplesmente decidi que eu vou ser muito mais feliz agora, assim como vou me sentir muito mais feliz daqui pra frente… Porque é assim que eu quero que seja, sou eu quem prefiro que seja assim. E sabe porque? Porque eu quero, apenas por isso, sem nenhuma outra razão, eu quero e está acabado, sem nenhuma justificativa. Eu jamais preciso de nenhum outro motivo para ser feliz, jamais existiu outra escolha viável para a expansão da minha consciência, eu só preciso ser quem eu realmente sou, e como eu mesmo prefiro me sentir agora, independentemente do que esteja acontecendo ao meu redor, é por isso que as coisas acontecem do jeitinho que eu quero… Eu já sou muito agradecido por tudo que tenho, por eu mesmo já estar sendo muito mais feliz agora, mas estarei sempre com uma grande ânsia por mais…

Falar e agir jamais supera o que você vibra agora…

- quinta-feira, 24 de julho de 2014

pessoas felizes Você pode rezar e ficar de joelhos por horas, ou até pagar promessas, fazer exercícios ou qualquer outra coisa física, se não está se sentindo bem, nada muda, pode proferir as melhores palavras, os mantras mais sagrados do mundo, de que nada adiantará. Os Abraham dizem… A Lei da Atração diz: ” Semelhante atrai semelhantes”. As vibrações são sempre correspondidas. Então, como sempre experimentamos o contraste que nos inspira um novo desejo, esse novo desejo, se é forte o suficiente, já está convocando em si mesmo a sua manifestação. E, como todas as perguntas, são sempre respondidas. Essa é a base desse nosso Universo: Quando lhe é perguntado, é sempre dada uma resposta de acordo com suas crenças. Nós os seres humanos pensamos que estamos fazendo nossas perguntas ou nossos pedidos com nossas palavras, ou até mesmo com nossas ações, e, às vezes até é, mas o Universo jamais está respondendo às nossas palavras ou minha ação. O Universo está respondendo ao meu chamado vibracional, agora!

Como eu sei se realimento velhas crenças?

- quinta-feira, 24 de julho de 2014

vórtice de alegria 2 Agora ficou bem mais fácil saber… Se você ainda fica triste ou irritado com qualquer circunstância e; quer responder, quer ir contra, quer consertar, se justificar e mostrar que está certo. Todas as vezes quando você faz isso é porque você nesse exato momento, já está sem o seu natural Bem Estar, por causa de alguma circunstância que ainda não lhe agrada… Você não mudou em nada, continua a resistir ao seu próprio fluxo de energia e informação de Bem Estar que ainda lhe é natural. Então, nenhuma circunstância muda em sua vida.

Se você ainda reage a ideia de que a circunstância ainda não mudou, você não trocou de crença alguma, continua a realimentar as velhas crenças resistentes ao Bem Estar, logo a circunstância, apenas para você, jamais mudará. Podendo mudar para quem já mudou de crenças. Menos para você. Porque estar alegre ainda que as circunstâncias sejam as mesmas, é o sinal mais claro de sua mudança para crenças libertadoras.

Tem um monte de gente que diz que criou novas crenças, mas continua dizendo… Você vai ver como as circunstâncias ainda vão mudar na minha vida, sem perceber que isso é apenas como mais uma de suas justificativas, do porque ainda não mudou de crença, ou seja ela ainda quer provar que as circunstâncias vão mudar… Sem perceber que isso apenas está provando para si mesma que, suas crenças continuam resistentes ao fluxo de Bem Estar…

Entendendo mais de realidades paralelas…

- quarta-feira, 23 de julho de 2014

realidades paralelas Muita gente que já vem expandindo a sua própria consciência, mesmo visitando infinitas realidades paralelas e até bem distantes da sua inicial, ainda nessa experiência física, mesmo assim ainda não deixou de realimentar as velhas crenças, e nem percebem só acessar as mesmas velhas informações semelhantes, e assim elas vivem voltando a sofrer nas suas realidades em que elas voltam simultaneamente em pequenos momentos, mas que para elas mesmas, ainda nessa vida humana parece uma eternidade…

Então elas me dizem; você já poderia ter 50 mil seguidores, eu entro num grupo ou crio um, e coloco rapidinho 5 mil pessoas, num piscar de olhos… Crio um tópico e ele bomba na hora. Eu fico sorrindo comigo mesmo… Qualquer um que se concentrar numa realidade, que ele mesmo não mais quer viver por mais tempo, mas que volta infinitas vezes, por conta de seus muitos pensamentos criados pelo ego, poderá ter milhares de seguidores, basta dizer ou tratar de coisas que já existam na realidade dessas pessoas que ainda não expandiram suas consciências, justamente por rejeitar outras realidades paralelas, se você falar de problemas em qualquer grupo, terá imediatamente uma multidão curtindo, dando um pitaco, outros trazendo suas próprias experiências semelhantes. Não é atoa que os filmes, ou quase que todos eles, inclusive os de comédias, trazem sempre algo ligado a realidade do medo.

Eu não ligo para a quantidade de quem lê os meus posts, primeiro que eu escrevo mais para realimentar minhas próprias crenças, e jamais me deixar com a mente livre para observação das criações alheias a minha vontade. E eu ainda tenho o prazer de saber com quem eu posso compartilhar a minha alegria de estar expandindo a minha consciência, os outros milhares nem saberiam o que é isso, isso ainda não é a sua realidade…

indio amazonas É como um desses índios que pegou a gripe no primeiro contato com brancos na Amazônia, conforme anunciado na TV, para um índio, um orelhão nunca existiu, nem mesmo um telegrafo ou o telefone é uma realidade para ele, Para nós que já saímos dessa realidade, nós sim podemos voltar e sentir o que é de novo; um celular tijolão como os primeiros, os orelhões, quando não tínhamos celular, os aparelhos pretos ou vermelhos discados, ou até quando só tinha a uma cabine de telefone na cidade inteira. Os índios terão de pular isso tudo, o que seria um salto Quântico.

Eu posso tudo agora, exatamente da onde eu estou agora…

- quarta-feira, 23 de julho de 2014

planetas Eu sou eternamente novo agora para tudo, jamais importa a minha crença: O Universo se eu ainda fosse da nova era, o que seria o Vácuo Quântico se eu fosse apenas uma individualização acadêmica ou a Lei da Atração, para apenas pessoas livres como eu de crenças resistentes… Jamais importa a minha crença dominante de base. Tudo responde apenas a minha própria vibração de agora. Nunca é a vibração de vidas passadas, de anos, meses, dias ou horas atrás, ela responde ao que eu sinto nos últimos 69 segundos, seja eu estando sentindo agora, a ausência do fluir do Bem Estar em minha vida ou eu me sentindo maravilhosamente bem, seguindo o fluxo natural e continuo de energia e informação de puro Bem Estar… Vibrei! Mudei! Para uma outra realidade paralela…

O que me confundia antes, era uma falsa premissa que eu mesmo repeti muito ainda na minha infância, naquela velha realidade, a qual a sociedade ainda vive e vem realimentando para a maioria das pessoas, menos claro, para as pessoas dos seus próprios interesses. Minha mãe me dizia ainda pequeno, pau que nasce torto morre torto, o cavaco nunca cai longe do pau, você tem que arrumar uma coisa para fazer pro resto da vida. Essa falsa premissa de que a realidade ou que a verdade não muda, ainda hoje é usada para a maioria continuarem a pensar assim, estudando para ter uma profissão pro resto da vida, mesmo vendo em alguns momentos que isso não é real. Hoje é até mais fácil perceber, muitas profissões antigas como, datilografa, telegrafista e outros, já desapareceram ou quase não existem mais nessa realidade que nós já estamos agora, uma que está próxima a sumir, é a de motorista, os carros não vão mais precisar de alguém para dirigir.

Conforme eu vou mudando de realidade; pensamentos, pessoas, coisas e eventos somem outros aparecem… Eu que já viajo deliberadamente por infinitas realidades paralelas, bem mais longes daquela que iniciei ainda nessa vida, posso voltar a todas que quiser, é só acessar as velhas crenças que não se exclui e estarei lá. Mas jamais quem ainda não esteve aqui, ou em outras realidades distantes da sua inicial poderá vir a perceber a realidade que eu já estou… Isso é uma viagem fantástica…

Eu já percebia isso nos filmes americanos, onde um inimigo publico, um criminoso que 99% da população nunca o soltaria, nunca dariam a ele uma nova chance, os governos pelo seus interesses, os soltavam, davam novos nomes e eles simplesmente passavam a viver uma outra vida, onde agora cada um deles é o mocinho e não mais um vilão, só que isso acontece também na vida real. E até na própria politica, isso em todas as escalas, está cheia disso agora mesmo ai na minha cara. Os criminosos se tornam fazedores de leis que as mudam de acordo com os seus interesses, e até governam e escolhem os juízes supremos. Eles ditam tudo para a massa que o condenou, e pasmem, ainda ditam o quanto a maioria das pessoas vão ganhar e ditam seu próprios ganhos. E mesmo assim ainda tem gente que acredita que tem coisas que é pra sempre. Eles acham mesmo que só na politica é que isso acontece e por isso eles só tem mais do que é…

A verdade é que jamais importa a realidade de agora, jamais importa a verdade de agora, o que importa é a vibração que eu sinto agora, se é boa ou se é apenas a ausência dela, como; um desconforto ou um mal estar. Eu posso mudar para qualquer outra verdade ou realidade, de qualquer que seja a minha realidade que estou agora. Eu só preciso vibrar deliberadamente o Bem Estar e voltar a me permitir fluir nesse fluxo; eterno, simultâneo e ininterrupto, de energia e informação de puro Bem Estar, aqui e agora.

A diferença entre focar no objeto de desejo ou no desejo…

- terça-feira, 22 de julho de 2014

Thomas e Nikola Existiu uma dupla de individualizações no passado recente que mostra bem claro essa diferença, um focava mais no objeto de desejo e o outro no desejo maior, um queria apenas o objeto para o ego se valorizar, o outro queria apenas mais; felicidade, liberdade e expansão para todos. Assim a primeira individualização Thomas Edison, que focava apenas no objeto de desejo, recebia as mesmas informações do Universo, mas queria provar ao mundo o valor do ego, do que ele pensava, colocando tudo no papel e racionalizava tudo, se esforçando muito e testando muitas vezes tudo que pensava. Edison usava uma estrutura que ainda hoje as nossas escolas ensinam as nossas crianças; racionalizar tudo, depois oferecer recompensas que nem sempre são cumpridas, e para isso colocam paranoias na cabeças das pessoas, para todas seguirem somente esse ponto de vista ou temerem o seu futuro, sempre projetando tudo de acordo com as suas próprias crenças limitantes que já tinham, rejeitando tudo que é novo, apenas para justificar a sua demora em conseguir as coisas que desejava, ou pelos seus fracassos. Mas, desprezando todo o conhecimento que já está no Vácuo Quântico. Então, ele levou anos para desenvolver a energia continua e sua lâmpada que passou mais de dois anos e de mais de duas mil tentativas. E mesmo assim ainda é considerado um grande gênio pelos nossos professores de hoje. Os da turma do fazer, para quem sabe ter e se der só depois ser feliz…

A outra individualização que ficou muito tempo escondida pelas escolas, que só há pouco tempo atrás, lhes devolveram o seu devido valor, como o maior gênio que já existiu até hoje nesse mundo, ele foi Nikola Tesla. Esse sim sentiu na pele as crenças resistentes ao Bem Estar de Thomas Edison, trabalhou para ele e ainda foi roubado na cara dura e depois perseguido pelas paranoias do Edison, mas o venceu. Esse usava uma estrutura de crenças mais simples… Tesla dava liberdade a informação que ele recebia do Universo, e veja que ele também usava essas informações dentro de suas próprias crenças limitantes, mas que já eram bem mais amplas, ele acreditava em ETs, e assim recebia as informações indiretas do Vácuo Quântico. Ele fazia suas escolhas, as deixava livre para receber todo o projeto pronto em sua cabeça, testava apenas na sua mente, e simplesmente se inspirava na expansão de tudo. A verdade é que ele pensava sempre em expansão… Assim criou coisas que sem elas estaríamos num mundo sem luz, se temos energia elétrica em nossas casas é graças ao acesso que ele teve a informação da energia alternada, ele numa das tentativas de Edison, em lhe fazer perder um grande contrato, não lhe autorizando usar sua lâmpada de dois anos de teste, levou apenas uma semana para receber a informação de uma lâmpada melhor e até poder patenteá-la para usar no maior evento que mostrou ao mundo como viver na luz e nunca mais na escuridão.