Divirta-se mais com a vida…

30 de julho de 2014 por
Publicidade

dolares Você como todos nós ainda nessa vida, temos que encontrar uma maneira qualquer de estar com tudo em cima, com a nossa própria prosperidade e abundância em nossas vidas… Porque tanto você como eu mesmo, sempre vamos querer prosperar mais em tudo. O Universo está em eterna expansão e nada e ninguém pode ser menor do que já é… Somos todos sempre mais, só podemos incluir mais, jamais poderemos excluir qualquer coisa em nossas vidas, porque tudo é energia e informação vindo e voltando ao Vácuo Quântico em forma de ondas, em alguns momentos ondas de infinitas possibilidades e em outros momentos, ondas de probabilidades como a que nós mesmos somos, aqui e agora.

A nossa própria economia está sempre avançando em resposta aos bilhões de desejos das próprias pessoas, que também não param de crescer em números, contrastes e desejos. E privar-se de algo, parar de escolher o que se quer experimentar agora, já não faz mais dinheiro, já não faz mais circular livremente toda essa energia maravilhosa de troca, tudo para que mais alguém também possa gastar mais e ainda expandir tudo para sempre mais. Se não houvesse sempre essas pessoas maravilhosas que estão sempre desejando mais e comprando mais e mais coisas, então todas as pessoas que estão se divertindo na fabricação e na comercialização dessas coisas, elas teriam de encontrar outras formas de ganhar a sua própria vida.

Há tantas pessoas que por sua própria natureza querem sempre prosperar mais, que tão logo sintam o gostinho da sua realização pessoal, que elas mesmas já começam a prosperar um pouco mais em tudo que focam… E é ai que começa a imposição de tudo, desde as leis idiotas que os nossos políticos criam todos os dias, as muitas sentenças estrangeiras também muito idiotas, sempre ligadas na falsa premissa de uma escassez imaginária, ligadas as emoções resistentes ao fluxo de energia de Bem Estar, como o próprio medo infundado. Então, eles criam estes acordos malucos a cerca do quanto a prosperidade é apropriada para cada uma nação: Então eles dizem… É apropriado prosperar mais, mas não muito… E é você que tem que se perguntar agora: Em que ponto eu posso perder o equilíbrio da prosperidade?