Eu já não tenho mais inimigos, o máximo que eu tenho são contrastes…

9 de julho de 2014 por
Publicidade

17segundos Eu me lembro muito bem, todas as vezes quando eu mesmo decidi fazer de alguém ou de pessoas, meus inimigos, eu jogava muito duro contra elas, contratava bons advogados, só que eu não os afetava em nada, era tudo perca de; tempo, dinheiro e felicidade, porque eu mesmo me desligava de quem eu realmente sou, do meu “eu interior”, ele jamais seria conivente com toda essa minha própria resistência ao fluxo de energia de Bem Estar. Se alguém me tem como seu inimigo, ele não pode diminuir em nada a minha experiência. Ele mesmo só pode diminuir a própria experiência dele. Eu já vi isso acontecer algumas vezes durante toda essa minha vida cheia de muitas experiências fantásticas.

Hoje, eu sei muito bem, por conta de tudo o que já vivi nessa minha experiência que, eu jamais posso ser diminuído por alguém, a menos que eu mesmo comece de novo, a fazer tudo o que já faço no meu dia a dia, ainda muito chateado por ter sido enganado por alguém e ainda ficar me empurrar contra eles e usando tudo isso, como mais uma desculpa para me desligar novamente do meu eu interior, e todas as vezes que já eu fiz isso, eu senti na pele o que é estar desalinhado com o fluxo de energia e informação de puro Bem Estar, e posso garantir que não é nada bom.

O que é um contraste? Tudo aquilo que não me trás mais felicidade agora. Eu só tenho que reconhecer isso como “contraste” e deliberadamente procurar um “alivio” imediato e jamais me permitir ficar mais de 17 segundos focado no contraste, eu preciso perceber que nesse exato momento querendo ou não, um novo desejo está sendo lançado ao Vácuo Quântico, a Fonte de energia e informação de Bem Estar, e esse desejo chama a energia da vida, para passar por mim agora, eu só tenho que acompanhá-lo até o meu vórtice criativo, onde ele mesmo volta por mim ao Vácuo Quântico, ao eu mesmo ser jogado de novo para fora e assim, poder voltar a escolher mais coisas a apreciar ainda mais e lançar sempre novos desejos ao encontrar com os muitos contrastes dos quais a vida é repleta, afinal são para isso que eles servem, para nunca me deixar parar de desejar mais…