A Paz Mundial é uma ilusão?

26 de abril de 2014 por
Publicidade

onu_direitos_humanos-1 A paz mundial que se fala hoje, significa uma mentalidade muito grande para bilhões de individualizações, o suficiente para se tomarem as decisões sobre o que todo mundo quer, e o resto do mundo que se conforme. Essa é a definição final para a paz mundial da ONU. Eu mesmo, quando ainda budista, ouvia dos japoneses que eu estava praticando o verdadeiro budismo, e eu dizia para a paz: “Oh, vamos junto!” E o que cada um quer dizer com isso é: “Você faz o que eu quero”… Um mundo de paz com a velha mentalidade Newtoniana significa: “Todo mundo querendo o que eu quero. Indo junto com o que eu quero.” E o único problema com isto é: há mais de um de vocês, e você tem desejos infinitos que nascem, momento a momento dentro de você, já dizia os Abraham…

Com a física Quântica sendo realmente concebida, se todos deixassem de lado a física de Newton… Onde cada um saberia, que é ele mesmo quem realmente cria a sua realidade, colapsando desejos, vendo a Lei da Atração gerenciar tudo, reunindo átomos em diferentes frequências e vibrações, para ganharem densidade e dar a forma ideal a cada desejo de cada individualização. Essa seria a melhor experiência possível em todo o mundo, todo mundo tendo a sua própria experiência e lançando seus próprios foguetes individuais de desejo, e o Universo se rendendo a todos eles ao mesmo tempo. E todo mundo não mais se preocupando com o que os outros criaram, e assim, em seguida, permitir tudo o que eles estão querendo. E esse é um mundo maravilhoso possível, quando existem infinitas desejos que estão permitindo a realização de seus próprios desejos…