Porque eu não gosto de; escolas, trabalho ou de pessoas que só pensam em ajudar?

26 de março de 2014 por
Publicidade

pessoas alegres O que é um EGO, é sua própria identificação com seus pensamentos, ele é realimentado pelas suas próprias crenças, as pessoas pensam que são apenas o ego, esses pensamentos limitados, e não ficam abertos para o novo… A maioria adquiriu suas crenças de terceiros e quase todas tendo o medo como base, e não criou nenhuma crença pessoal, o que o limita, a ele mesmo não expandir a sua própria consciência… Todo mundo quer pensar igual, mesmo sabendo que é uma individualidade, com desejos diferentes…

E eu acho mesmo, que as escolas emburrecem muito mais as crianças que ajudam, primeiro que a maioria dos seus professores, estão tentando passar suas próprias crenças religiosas ligadas ao medo, e isso é nefasto a crianças que copiam vibrações. E elas deveriam apenas ensinar as crianças a aprenderem ler e escrever, e até em algumas línguas, e depois disso eles só ensinariam o que os alunos teriam tesão de aprender… E não apenas criarem mais mão de obra barata para o que a sociedade precisa… Quem escolheria o que pensar e sentir seria o próprio aluno. E esse tipo de escola já existe nos EUA, e estou querendo montar algumas aqui no Brasil, com a minha ONG Vibreleve, capacitando professores com mentes abertas ao novo, onde todos terão uma iniciação a física Quântica… Com livros e filmes tipo Sara dos Hicks, que ensina as pessoas a pensarem, primeiro em sentir o seu próprio Bem Estar…

Quanto ao trabalho… Só essa palavra, já me dá arrepios… Eu adoro ser feliz, e quem trabalha muito por dinheiro, para sobreviver, geralmente não é muito feliz… Eles trabalham e depois fazem um esforço danado para serem felizes em alguns momentos, alguns apenas nos finais de semana, outros só nas férias… Como se o normal deles fosse não se sentir bem… O meu normal é me sentir bem o dia todo, o tempo todo… Eu já admiro muito, quem se diverte muito ganhando muito dinheiro, Um exemplo claro disso… Sílvio Santos, um camelo que virou dono de TV e banco, ele se diverte muito até hoje com o que faz, ele não trabalha, ele se diverte ganhando muito dinheiro. Quem é feliz cria a sua própria realidade… O garoto Mark Zuckerberg, criador e CEO do Faceboock a Ivete é uma das mulheres que se diverte muito, ganhando muito dinheiro… E é muito difícil, uma pessoa que se diverte muito com o que faz, ficar sem ganhar muito dinheiro, realizar muitos desejos, o gari “Sorriso” do RJ é um exemplo claro…

Quanto a servir a humanidade… Eu não vejo nenhum ser humano como coitadinho, como incapaz, como um ser menor do que eu… Todos nós somos individualizações da mesma Fonte de Bem Estar… Cada um escolhe o que quer viver… Se você não consegue nem fazer todas as pessoas do seu próprio prédio onde mora, felizes apenas um dia inteiro, como pode querer fazer isso com o mundo? Portanto se você for exemplo de felicidade, muita gente relembrará que só existe um fluxo, que é de felicidade e ela mesma volta ao fluxo sozinha, sem precisar de ajuda de ninguém… Você só pode dar o que já tem, se você não é feliz, como pode dar felicidade para alguém… E além disso, você só recebe o que você mesmo dá… Toda pessoa muito feliz, tem acesso a toda energia e informação que ela mesma pedir ao Vácuo Quântico, é só relembrar, que ele estar feliz e apreciando alguma coisa, até mesmo as ondas do mar é uma arte, a arte de permitir… E assim ela estará fluindo com o fluxo de energia e informação do Vácuo Quântico expandindo o mundo e o próprio Universo…