Estudar e trabalhar ou se divertir?

24 de outubro de 2013 por
Publicidade

Como é o seu dia As religiões e suas escolas criam realmente crenças muito limitantes e poderosas nas mente das pessoas. Embora todas essas individualizações que nós somos, todos esses egos, procurem as mesmas coisas, mais; felicidade, liberdade e expansão e, sempre no final de tudo o que nós fazemos, porque aqui nesse mundo temos esse tempo e espaço. Embora todas percebam que é o desejo que chama a energia e informação da vida, para passar por ela, essa segunda fenda aberta que, sou eu desejando, o ego querendo mais e, que é exatamente isso que expande a vida. Elas continuam a criar muito mais do que elas não querem, justamente por não dar valor aos desejos das outras individualizações, mesmo aqueles que elas mesmas não querem. Sem esses contrastes, coisas que não queremos experimentar, coisa que não nos fazem sentir bem, jamais a expansão estaria assegurada. Porque são os contrastes que nos fazem desejar mais, o posto desse contraste.

Então as pessoas dizem: “Bem, eu tenho que estudar e trabalhar com os meus objetivos”, ou “Eu tenho que estudar e trabalhar na minha visualização.” E eu digo, o meu eu interior quer que eu pense mais, sobre eu manter a minha visão, porque é simplesmente muito mais prazeroso eu manter a visão, por que só existe um único fluxo de energia e informação que é de Bem Estar, amor e, não por eu estar tentando fazer um trabalho de visão, a fim de chegar a algum lugar que eu ainda não estou agora. Isso seria estar resistindo ainda mais, ao fluxo de energia e informação da vida.

Eu já não gosto dessa palavra trabalho, porque isso me lembra muito essa coisas do trabalho escravo que, as pessoas já se habituaram tanto que, até desejam mais disso. Até hoje tem gente que diz… Agora é hora do trabalho e não de diversão, vamos voltar ao trabalho ou vou voltar ao trabalho, sexta feira a gente se diverte. O que significa que ela não está sentindo prazer no que faz, não se diverte com o que coloca a sua ação física. Isso mostra que ela só está gastando a sua energia que recebe ao dormir, não está chamando a energia da vida durante o seu dia a dia, com o que ela faz. Mas, como a maioria ainda não consegue enxergar isso, e adoram se escravizar. Ai vem uma pergunta dos mais resistentes ao fluxo natural de energia e informação de Bem Estar. Quanto se deve trabalhar, então? Eu diria como os Abraham diriam, trabalhem no sentido de avançar com muito mais alegria. Esse é o objetivo da vida, sentir amor pela vida, apreciar a vida. Até mesmo os contrastes que nos fazem sempre desejar mais, energia e informação da vida, porque é isso que expande tudo, até o Universo…