Qual é o propósito da vida?

28 de setembro de 2013 por
Publicidade

Matrix 2 Qual é o meu propósito? O que é isso tudo? Para que fazer todas essas coisas malucas que todo mundo faz? Porque fazê-las, e desfazê-las, e depois faze-la de novo, e desfazê-las novamente, e mesmo assim, nessa loucura sem fim, todo mundo continua fazendo essas coisas idiotas, para depois desfazê-las novamente… Qual é o propósito disso tudo? As pessoas podem ainda não ter entendido e, até tomarem a decisão de continuarem eternamente se fazendo de contrastes, isso que, as suas religiões e suas escolas burras, instalaram em suas mentes, como premissas verdadeiras.

Então, elas ainda hoje criam e elegem uma nova; religião ou seita e depois tentam desfazê-la criando outras. Existem milhões delas hoje pelo mundo. Depois criam partidos políticos para depois desejarem desfazê-los, para apenas criarem outros, todo dia tem mais um. Ai vem as leis idiotas, para depois alguns outros idiotas, tentarem desfazê-las, para apenas criarem mais outras leis idiotas, que até condenados pelas leis antigas querem desfazer, fazendo outras. E ai começam as muitas disputas e as contendas sem fim em busca de um fim idiota… Isso não é uma das coisas mais idiota? Querer um fim para uma coisa que nunca tem fim… Até a nossa economia é assim…

Mas, para mim a ficha caiu…Você pode até viver e querer continuar nessa falsa premissa, de fazer coisa por fazer e querer achar um fim perfeito para tudo. Mas, é a emoção do processo ao longo do caminho que é o propósito da vida. Tudo o que todos querem de verdade, mesmo usando todas essas mentiras é; liberdade, felicidade e expansão… Em tudo…

Nossas mentes humanas físicas, fruto do nosso próprio “ego”, que é bom. Mas que agora se separando mais e mais de quem realmente nós somos, por causa dessa identificação louca, com os muitos pensamentos, muitas e muitas vezes repetidos, que nós fizeram pensar que nós somos só isso, esse pensamento que, continua nos fazer pensar que: “Temos de estar indo para algum fim.” E com isso, se criou e se aprovou as guerras, para nos mesmos nos matarmos, uns aos outros aos milhões, tentando decidir qual seria o melhor fim, o que seria o final apropriado em que todos estaríamos indo em direção.

E eu relembrei, e até recebi muitas respostas de muitas fontes; Buda, Cristo, Bashar, Abraham e até da física Quântica. Onde tudo aponta que na verdade, esta premissa de tudo ter um fim, sempre esteve completamente errada. Porque não há um fim do qual todos nós estamos indo em direção. Estamos todos em um ciclo perpétuo de nos tornarmos mais e mais felizes. E que na verdade, nós nunca vamos obtê-lo completamente feito, nunca, nunca, nunca e nunca. Somos todos energia e informação de Bem Estar, indo e vindo ao Vácuo Quântico expandindo a Consciência viva e infinita, que desejou que nos individualizássemos, mas que nunca nos abandonou, sendo sempre a nossa maior parte de nós mesmo… Eu saúdo a fonte que existe em mim mesmo…