Tudo é uma questão de consciência…

25 de agosto de 2013 por
Publicidade

Tesla Eu tenho a consciência de que a vida é eterna, afinal a vida é apenas sentimentos vivenciados por mim mesmo, pensamentos vibrados de muitas formas, sempre dentro da minha própria consciência. O resto é pura projeção minha, holografias da minha imaginação. Então, eu sei muito bem que não há um fim para nada, só muitas escolhas a serem feitas… Meu avó Marino teve um derrame, Zizinha e meu pai Ozeás um câncer, meu primo Marcos morreu em um acidente, alguns conhecidos meus se foram na ultima tragédia de Friburgo, ou em qualquer uma das outras muitas maneiras criativas que elas encontram, apenas para fazer a sua saída para o não físico.

Afinal, sempre quando passamos a diminuir os nossos próprios desejos, ou desejamos muito pouco, e até de focar mais nas coisas que criamos para nós mesmos apreciar ainda mais… Os trilhões de átomos que se agruparam, que passaram a vibrar em uma frequência bem mais baixa, que com isso ganharam mais densidades, justamente para dar as formas, primeiro a esse corpo físico, depois aos muitos de nossos desejos, eles mesmos, os átomos, jã não sentem mais a energia do fluxo da Fonte de Bem Estar fluir por mim, passar por esse desejo, que é esse meu corpo físico, ou melhor, eles sentem a resistência ao fluxo de Bem Estar que eu mesmo estou criando, em não chamar mais a energia pelos meus novos desejos, e até em não acompanhar mais, a alegria que nasce com os poucos desejos que ainda lanço ao Universo, e então eles voltam aos poucos a perder; a sua densidade, ganhando novamente vibrações mais altas e se desagrupam para voltar ao fluxo ininterrupto de energia da Fonte de Bem Estar, para estarem novamente aptos, a dar as novas formas aos próximos desejos da Consciência Infinita, da qual faço parte.

E isso não acontece só com o meu corpo físico. Quando eu desejo um carro e deixo de focá-lo, quando eu deixo de focar, apreciar um relacionamento que eu antes desejei muito, quando eu deixei de apreciar um negócio que eu criei com muito desejo, Os átomos também reconhecem assa minha resistência ao fluxo, e fazem o mesmo caminho de volta a ser pura energia.

Portanto não existe momento algum, para qualquer tipo de lamentações, e esse é o meu ponto de vista. Mas a partir de um ponto de vista mais míope, que é o religioso, um monte de gente ainda fica se lamentando, pela escolha de nossas próprias células, continuarem a desejar dar novas formas a novos e eternos desejos agora focados, numa eterna jornada de; liberdade, felicidade e expansão, indo e vindo, expandido ainda mais a Consciência Infinita.