Porque as nossas leis não funcionam? Porque existe a falta do Bem Estar?

29 de abril de 2013 por
Publicidade

Todas as leis, sagradas ou seculares, são completamente diferentes das Leis Universais; Atração. Criação Deliberada e Permissão. Que são totalmente incondicionais e, completamente diferentes de todas as leis que foram criadas pelo próprio homem, seja na tentativa de preservar suas religiões ou para viverem outros tipos de relacionamentos em um ambiente social da época, ou até de hoje mesmo, no nosso dia a dia. Elas sempre vieram de um lugar de completa desconexão do homem, com o seu próprio e natural fluxo de Bem Estar, de um lugar de falta, de uma tentativa de amparo momentâneo, a sua própria resistência ao fluxo. Até mesmo os votos de casamento, o mais conhecido e difundido pelos meios de comunicação, o famoso… “Até que a morte nos separe” é, uma espécie de um mecanismo de autoproteção. Então eles dizem nesse momento: Eu não confio em mim, e eu não confio em você, para estarmos em um lugar, onde ambos estamos evocando sempre o melhor um do outro. Então, só para ter certeza, vamos prometer que, mesmo que não, vamos sofrer isso juntos.

E até fora do âmbito religioso, as muitas leis mutáveis, criadas pelo próprio momento resistente do homem, foram sendo redigidas sempre de acordo com os interesses; da época, de quem as fazia ou de quem as encomendava, apenas para tentar lhes dar, uma autosegurança, ou uma falsa segurança, de sua total insegurança, de seu total desalinhamento com o fluxo do Bem Estar, já que, elas as leis, sempre visam, apenas apaziguar as contendas, onde as resistências ao fluxo, devem sempre ser tidas como normais e, nunca o próprio Bem Estar, ou seja, nos momentos normais de aparecimento dos contrastes, que são inerentes a esse mundo, onde cada individuo tem o objetivo de cumprir a sua própria tríade de intenções que, é a mesma para todos; liberdade, felicidade e expansão. Onde os contrastes deveriam apenas servir para se desejar mais e, assim perpetuar a expansão de toda a vida, dos seus mundos e do próprio Universo. Jamais deveria servir, para aumentar ainda mais, a sua própria resistência ao fluxo, onde o normal deveria ser a busca constante de se voltar ao fluxo de Bem Estar, sempre seguindo o desejo que é lançado a cada encontro com os contrastes, nesse mundo maravilhoso de; tempo, espaço e distância.

Então, eles apenas criam mais paliativos, mais leis para continuarem vivendo em seu jogo sem fim de; disputas, de guerras e de vencedores de contendas. No lugar de se viver no grande jogo divertido que deve ser a própria vida; de liberdade de escolhas, de felicidade em criar sua própria realidade e de ver que tudo está se expandindo ao criarmos sempre mais contrastes. Tudo isso para que, a eterna expansão dos desejos, perpetuem a própria vida e o Bem Estar. Lembre-se, sem os contrastes, a falta do Bem Estar momentâneo, ou sua própria resistência a ele, você jamais perceberia ou até conceberia, a grandeza do próprio Bem Estar que, é o que você é, e que é, tudo o que é.


  • Angel

    Oi Billy queria te perguntar uma coisa.

    Eu vou participar de um sorteio e quero muito ganhar o prêmio. Tento mentalizar mas não consigo focar muito tempo na visualização, mas consigo sentir ganhando o prêmio, a alegria de ter aquilo. Existe alguma outra técnica de pôr em ação a LDA que não exija algo como concentração mental?

    obrigada e sempre leio seus posts aqui =D

  • Angel

    E Billy tb gostaria de dar uma sugestão para o seu site , se me permite rs

    Não seria mais interessante o seu blog estar em destaque na pág inicial do site, na barra de cima e não embaixo? Digo isso pq eu descobri o blog por acaso, pq o link pra ele vem da pag inicial mas fica no rodapé e assim muitas pessoas nem chegam a ver. Acho que aumentaria bastante o trânsito das pessoas – visitas – ao site, como tb proporcionaria uma maior interação entre as pessoas que já fazem parte da rede Vibre Leve. É só uma dica tá? rs

    E adoro ler os seus textos pq transmitem uma energia muito boa, me fazem bem.

    Obrigado