Os meus desejos, para o que eles servem?

17 de abril de 2013 por
Publicidade

É esse meu novo desejo que, eu mesmo lanço a cada momento ao espaço, como se fosse aquele foguete que gostamos de brincar nas festas, nas comemorações é, o que realmente chama a origem de tudo, a origem da própria vida, “a energia da Fonte de Bem Estar que cria mundos”. Essa energia vem através de um único fluxo natural e ininterrupto de vida. E essa energia vital precisa passar por mim e voltar ao fluxo em forma de novos mundos, para que eu mesmo permaneça aqui, agora como essa nova extensão da Fonte, esse ser físico que sou agora. E é o modo de como eu mesmo foco esse novo desejo, o que traz o meu agora, para a minha experiência futura.

Mas, o que é muito complicado para se entender, com essa mente humana, sobre essa minha experiência futura é que, o futuro nunca chega até aqui onde eu estou agora, porque no momento em que ele, o futuro se aproxima de mim, ele se torna o meu agora. Então o amanhã nunca chegará de verdade até mim, porque quando ele chega aqui, já é o meu hoje.

Então, se eu ficar aqui esperando um dia sentir, o como vai ser bom esse desejo se realizar no futuro, ele nunca se realizará de verdade para mim, para esse ser físico que sou agora. Mas, ele já se tornou real, apenas para o meu “eu interior” que foi imediatamente junto com esse meu desejo e, está me esperando e me chamando no meu próprio vórtice criativo. Para eu mesmo trazer esse meu desejo para o meu agora… Mas, para ele chegar até mim, eu preciso senti-lo agora e, é preciso eu mesmo fazer a minha própria viagem emocional, fechar as minhas lacunas emocionais, de onde estou agora, sem esse desejo, até onde ele já está me esperando e me chamando junto com meu “eu interior”.

Esse é o verdadeiro motivo das pessoas deixarem passar a vida e não conseguirem seus desejos, elas ficam sentindo só o que é, agora, exatamente a falta desses desejos que, nascem da própria falta sentida, seja por observação ou pelo próprio contraste criado por elas mesmas. E ficam rezando focadas na falta ou esperando por um milagre de alguém, para então quem sabe, um dia se encontrar com tudo o que já desejaram, e como nunca paramos de desejar, os desejos são realmente muitos, eles mesmos colocam o seu fluxo de energia muito mais rápido, e quanto mais eu deixo de seguir, a alegria que já nasce com cada desejo lançado por mim, mais resistências ao fluxo eu mesmo crio, e com isso, só vem mais disso que, eu realmente sei que não quero e que, é exatamente o que as pessoas chamam de; seus problemas, suas dores, suas doenças e até de morte. O que na verdade é apenas a sua própria resistência ao fluxo natural e ininterrupto de energia do Bem Estar da Fonte que cria mundos.

Tudo está no meu, aqui e agora… A minha vida é agora, a minha alegria é agora. Até o meu sofrimento ou seja, essa minha resistência ao meu próprio fluxo de Bem Estar, também é, aqui e agora. Nada esteve lá no meu passado, ou estará lá no meu futuro, tudo está aqui no meu eterno, livre, feliz e expansivo agora, no meu prospero e abundante e ininterrupto, aqui e agora. Eu mesmo demorei e custei a entender que, nada é daqui a um minuto, daqui a uma hora, um dia ou no próximo ano… O meu futuro é agora!