Porque eu criei, a rede social dos desejos, Vibreleve.com?

22 de março de 2013 por
Publicidade

Eu adoro ler o que a Esther e o Jerry Hicks conseguiram da Fonte, essas muitas respostas que só mesmo a consciência maior que é, a Fonte de energia do do Bem Estar que cria mundos, poderia ter. Então, eles me dizem que, quando eu mesmo, delibero e conjuro uma imagem qualquer, com o propósito de criar, eu estou apenas praticando colocar a minha vibração, naquilo que eu mesmo já criei. E olha que muita gente ainda pensa assim, como… “Agora vou me sentar e criar”. E é preciso entender que, toda essa minha visualização é, apenas mais uma prática que eu mesmo faço, para a minha vibração ser a mais semelhante o possível, de tudo aquilo que, eu mesmo já criei e pedi vibrando num momento de alegria ao Universo.

A vida é repleta de contrastes e, eles mesmo já me fazem desejar sempre mais, a vibrar mais, a criar mais e continuar a lançar esses muitos pedidos ao Universo. E tudo acontece no momento que eu mesmo tenho a certeza absoluta de que eu não quero isso. A minha vibração já é mais do que o suficiente, para criar o que já imaginei, nesse momento do encontro com o contraste.

Tudo mais é, somente mais uma prática vibratória. Toda essa minha visualização não está fazendo nada acontecer. Nadica de nada… Está apenas deixando com que venha pra mim, aquilo que já existe, porque eu ou alguém já o criou. E está é uma importante distinção. Eu não estou criando nada com as minhas afirmações, como também não estou criando com as minhas visualizações, eu estou apenas praticando a vibração que permite com que o meu desejo se manifeste.

E foi por isso eu criei a rede social Vibreleve.com… Assim como o próprio aplicativo Attraction… Com o propósito de se ter um lugar especifico para armazenar muitas fotos, de tudo aquilo que eu já criei, e poder voltar sempre a visualizar e passar a vibrar algo semelhante. Assim, quanto mais eu pratico, mais eu entro no tom vibratório que, permite com que, mais coisas, mais desejos meus se manifestem, aqui e agora.