O desejo de se ter uma religião…

30 de dezembro de 2012 por
Publicidade

Embora eu mesmo acredite que, ninguém precise realmente de ter uma só religião. Cada pessoa nesse planeta poderia ter a sua própria religião, e ser muito feliz, afinal uma religião é apenas uma historia contada muitas e muitas vezes, por muitas e muitas pessoas, até que ela seja envolvida em fortes emoções e se torne uma crença coletiva dominante. Porém eu mesmo não conheço uma só religião que, a sua base, a sua crença dominante, não seja ou que não tenha sido alicerçada sobre o dominio do medo. E o medo é apenas a mais pura resistência, ao fluxo de energia de Bem Estar que cria mundos. A maioria tem medo do Deus dos exércitos, criado pelo próprio homem, afim de justificar suas guerras, um Deus que castiga e que criou o inferno. E lá vem o purgatório. Os muçulmanos do castigo de Alá! Os Budistas tem o medo dos obstáculos e das 4 maldades, de viver no inferno dos incessantes sofrimentos. Todas essas historias foram criadas por alguém, para mantê-los presos a essas crenças limitantes que eles próprios inventaram para montar mais essa religião…

E a verdade é que, ninguém pode experimentar a liberdade até que, parem de se empurrar uns contra os outros. A única coisa que os une é, o empurrando contra o que é indesejável. Então eles querem vencer suas guerras santas. Querem dominar os meios de comunicação, para travar suas batalhas contra outras seitas e por ai vai…

E assim, se uma só religião, poderia ser animada sobre o que é, ou se, uma pessoa dentro de sua própria religião, se apenas ela, poderia falar com apreciação sobre o que é, sem justificar o que é, empurrando-se contra tudo mais. Então, cada religião, com e em todas as suas diferenças, poderia ser exatamente o que você está procurando alcançar. Mas, a verdade é que, ninguém encontra o que ela mesma quer, simplesmente resistindo ao que mais se deseja; Liberdade, felicidade e expansão.