Quer saber quem tem problemas com dinheiro? É muito fácil…

22 de novembro de 2012 por
Publicidade

Quando eu ignoro algo, eu sou um completo ignorante a respeito disso… E como tem gente que ignora, o como que é, que tudo é criado. Jamais existiria a escassez de algo, se não fosse pela atenção a falta, que as pessoas dedicam diariamente, jamais existiria roubo ou competição se as pessoas relembrassem que todos podem; Ser, Ter ou Fazer de tudo o que eles mesmas desejarem.

Então, eu vejo pessoas de todas as classes, alguns até com certa bagagem de vida, pessoas que se consideram inteligentes em algumas coisas, mas são completamente ignorantes quanto a criação da vida, que é prospera e abundante em tudo, sempre!

É uma tolice muito grande, querer que algum politico vá trabalhar de graça, se todo mundo ainda se acha dependente do serviço dele. E você vê todos os dias, em todas as horas, pessoas tentando compartilhar essas idiotices. Os caras viajam na maionese, querendo diminuir o ganho dos outros. Em vez de dar a sua atenção, dedicar o seu foco no que ele mesmo quer ganhar. Quer saber quem está mal de grana, de dinheiro? É só prestar a atenção em quem está dizendo ou escrevendo sobre a sua insatisfação ao ver que, alguém está ganhando muita grana a sua volta. E ele liso e puto da vida.

Tem gente que diz ter dinheiro sobrando, mas basta ver o que ele diz sobre o dinheiro do Eike Batista, para saber da sua real situação financeira. Quem tem problemas com grana, está sempre maldizendo o que ele mesmo mais quer. Então, o cara diz, meu dinheiro é honesto. Eu fico só rindo, as dificuldades financeira dele, deve ser bem mais honestas e certa ainda que, sua infeliz afirmação.

Todos os pontos de vista são importantes. Todas as solicitações são atendidas. Seja sobre o que você “não” quer, ou sobre o que você realmente quer… E como este incrível Universo inevitavelmente se expande, a capacidade dos recursos Universais realizarem tais solicitações, é também inesgotável, assim como as respostas a essa corrente interminável de perguntas. Por isso não há necessidade de competição, nem de medo da escassez.