Arquivo de setembro de 2012

O único propósito da vida é, vivê-la feliz…

- domingo, 23 de setembro de 2012

Não há fim à experiência de vida, pois eu sou realmente um Ser eterno, com intermináveis ​​escolhas e oportunidades, tudo para eu mesmo ter uma experiência de uma vida alegre em eterna expansão, aqui e agora. Então, eu não tenho que estudar ou me formar em nada para ser feliz, eu não tenho que ser formado em algo especifico para ser feliz. A verdade é que, se eu for muito feliz, aqui e agora, eu posso ser, ter ou fazer, qualquer coisa que eu queira muito e ser ainda muito mais feliz…

Porque, cada novo desejo que nasce em mim e é lançado, e até mesmo aqueles que, por algum motivo deixaram de se manifestar em minha vida, mais tarde eu descobri neles, mais uma bela de uma plataforma, para que eu mesmo pudesse lançar ainda mais, novos desejos. E esse processo de criação não é como as pessoas pensam, nunca é sobre a obtenção da criação já acabada, como me formar em medicina e ser um médico pelo resto de minha vida, ou qualquer outra profissão, ou até mesmo encontrar um fim às manifestações necessárias para realizá-lo. Como ter um diploma em baixo do braço. E está tudo acabado.

É tudo sobre o meu processo de alegria e expansão da minha vida, aqui e agora, nesse meu corpo físico. E no momento em que, a minha intenção se desloca para a minha deliberada determinação de “me sentir bem”, antes de tudo, em vez de, eu ter uma determinação de “algo manifestado”, para só então, eu vir a ser feliz. Não só eu, vou me tornar uma pessoa consistentemente, muito mais feliz, mas, todas as coisas que eu mesmo quero muito, irá fluir facilmente para essa minha atual experiência de vida.

Pare de resistir a abundância que, sempre existiu em sua vida…

- sábado, 22 de setembro de 2012

Para que todo o homem comum continuasse a ser escravo, agora negros ou brancos, não importava mais, mas todos continuariam a trabalhar, agora não mais só pela sua própria sobrevivência, mas teriam de também pagar para continuar a ser escravo e adquirir as parcas criações que eles mesmos faziam com o seu fazer físico, agora para sua própria sobrevivência e também das suas crias. Então, a mesma elite que comandava e ainda comanda as guerras, montaram suas próprias religiões, enquanto outros se apropriaram das que já existiam, como é o caso do imperador Constantino, que se tornou o primeiro imperador Católico, mesmo continuando até a sua morte, a ser um adorador do Sol, tanto que ele mesmo escolheu cada evangelho que formaria a Bíblia que, as pessoas dizem ser sagrada. E com isso até hoje a maioria das pessoas continuam a resistir ao Bem Estar, a prosperidade e a abundância que sempre existiu, porque lhes foi suprimido a formula simples de toda a criação. “Desejar, permitir e realizar”. Isso além de serem induzidos a criarem suas próprias algemas mentais, suas crenças negativas, porque elas sempre tem como base o medo, criando assim, sempre mais crenças limitantes do que positivas.

Cada um de nós, mesmo sendo tolhidos pelos nossos pais, com suas religiões e suas escolas tacanhas que, só ensinaram a todos nós a criar pelo fazer, a só usar o lado esquerdo do nosso cérebro, mesmo assim, nada nos impediu de chegarmos a ter a nossa própria perspectiva do que desejamos ou das nossas preferências, e Fonte de Energia do Bem Estar, sempre responde cada um de nós. Não há falta na Origem de tudo, na Consciência maior; nunca houve escassez de respostas, assim como não há falta de substâncias. Não há escassez da matéria ou da não matéria, ou seja do não físico e do físico. Nunca existiu a falta de qualquer coisa que, um de nós já quis ou desejou, não há falta de nada que um dia já foi imaginado nesse Universo físico.

A Fonte de energia que cria mundos, se expande proporcionalmente à nossa própria capacidade de desejar nesse mundo físico. Tanto que tudo o que o homem, já foi capaz de imaginar, já existe no vórtice criativo do Universo, prontinho para o primeiro que permitir isso, deixar vir isso para a sua experiência de vida, e ele permite isso com a sua paixão pela; liberdade, felicidade e expansão. Possando a ser realmente isso, um Ser livre, feliz e expandido.

Foi assim com as maiores invenções do mundo atual, telefone, avião, Internet, computadores, redes sociais, celulares e smartphones, Tudo que existe hoje, alguém primeiro apenas imaginou. Então quando alguém imaginou uma coisa, se ele não acompanhou a felicidade que nasce com esse desejo, outros que não perderam por completo a sua ligação com a Fonte do Bem Estar, entraram no seu próprio vórtice criativo e lá estará a ideia prontinha, com tudo reunido pela poderosa Lei da Atração. para se manifestar e se tornar a nossa realidade de hoje. Eu realmente desejo que você encontre de novo o seu caminho para o seu próprio vórtice criativo e volte a ser, ter e fazer, tudo o que você mesmo quiser.

Temos muito mais coisas em comum do que parece…

- sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Todos nós temos muito mais coisas em comum do que, coisas em desacordo. Porque tudo o que todos nós realmente queremos no final de tudo, é ser, ter e fazer tudo, com muito mais liberdade, com muito mais felicidade e sempre visando a expansão. A única coisa que faz isso até parecer ser muito diferente é que, as pessoas estão muito mais ligadas e focadas nos contrastes que aparecem no dia a dia do que, naquilo que elas realmente querem, mas no fundo todos nós queremos as mesmas coisas.

As religiões e as escolas e seus ensinos baseados no fazer, na lógica, no conhecimento armazenado apenas no subconsciente, e que foram criados e difundidos por elas mesmas, fazem as pessoas se distanciarem do principio de toda criação. As pessoas são induzidas ainda hoje, a tentar criar apenas fazendo coisas, e na realidade nenhuma ação física cria nada, o que cria tudo é a sua imaginação. Então, em vez das pessoas criarem o que realmente querem, elas apenas criam mais do que já foi criado por alguém, e até criam muito mais daquilo que elas mesmas, jamais gostariam que fosse criado.

O desejo é o principio de tudo, e para se criar o que se quer de verdade é preciso estar ciente da Lei da Permissão, que jamais foi ensinada por qualquer religião, escola, faculdade ou universidade. Embora elas saibam muito bem que, essa Lei Universal exista. Ainda mais que, hoje com a Internet, ninguém mais pode esconder quem realmente criou uma coisa maravilhosa para a nossa vida atual, nem mesmo o seu processo criativo.

Hoje se sabe muito bem que Thomas Edison, embora tenha muitas patentes registradas em seu nome, ele se apropriava de ideias de outras pessoas, muitos inventores eram seus subordinados e que dependiam economicamente dele e de seus patrocinadores. E que ele patenteava as coisas como suas. Veja que as coisas mais importantes que ele inventou, foi rapidamente mostrada como uma ideia boa, mas mal finalizada, isso por ele em vez de ter a felicidade em criar, ele queria justificar sua genialidade por meios que não eram a fonte de sua criação. Ele recebia a ideia da Fonte, e em vez de esperar por toda a criação já pronta, ele passava a usar o conhecimento armazenado no seu sub, e tentava fazer as coisas acontecerem, e com isso tudo era mal realizado. Porque ele queria porque queria justificar ter sido injustiçado por ter sido mandado embora da escola, como um garoto que não tinha a capacidade de aprender.

Já Nikola Tesla, era diferente, embora tivesse muito mais estudo que Thomas, ele confiava muito mais na sua Fonte de Bem Estar, e sua alegria, do que no seu sub, do que nos ensinos que as escolas lhe tinham empreguinado com o passar do tempo, tanto que ele recebia a ideias prontas, não fazia projetos e nem desenhos específicos, e mesmo assim, dava um banho nas invenções de Edison. Nikola ganhou o mundo com sua energia alternada, ganhando de Edison com sua energia continua, sua lâmpada era mil vezes melhor que a de Edison. Foi o pai do radio e até da transmissão sem fio, que mostrou o primeiro controle remoto e muitas outras coisas maravilhosas. Mas ambos queriam ser, livres, felizes e expansivos.

Então, esses exemplos mostram que todos nós temos muitas mais coisas em comum, e todos nós podemos ser realmente gênios e assim; ser, ter e fazer qualquer coisa nessa vida. E que para isso, basta que, cada um de nós; desejar mais deliberadamente, permitir tudo com a nossa alegria, permitindo com que a Lei da Atração faça a sua parte que é, reunir mais pensamentos, pessoas, coisas e eventos para realizar esse desejo. E assim passarmos mais tempo, apenas apreciando mais, todas as coisas belas que, já estão ai para a nossa liberdade, alegria e expansão.

Está é uma declaração muito forte…

- sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Tudo o que você vai viver algum dia, em termos de experiência de vida, seja; um maravilhoso relacionamento, um grande amor, um grande negócio, a compra do seu carro novo, a aquisição de seu primeiro imóvel ou a sua viagem maravilhosa dos seus sonhos. E não importa se isso venha a durar, apenas por alguns minutos, horas, alguns dias ou por anos. Ou até se isso, poderá vir a acontecer ainda agora, amanhã. no dia seguinte ou em alguns dias. Qualquer coisa que você vier a viver um dia, você já imaginou isso antes, desde a sua criação, desde a sua ideia original. Porque nada se manifesta ou se manifestará em sua experiência de vida, sem o processo da imaginação acontecer primeiro.

Estou agora em João Pessoa na Paraíba, deitado numa cama de hotel, escrevendo isso, Tudo porque eu, dias antes, imaginei estar aqui, eu imaginei tudo o que iria acontecer, meu almoço maravilhoso na estrada, uma viagem com muita alegria, e com segurança. A estrada maravilhosa, transito fluindo bem, sem nenhum stresss. Minha chegada ao hotel com minha garagem na sombra. O meu quarto com tudo o que eu mereço, minha KK feliz da vida, com seu sorriso orelha a orelha, o meu acesso maravilhoso a Internet. A noite maravilhosa com um passeio pela cidade, vendo casas maravilhosas, imaginando quem sabe, vir morar aqui, e depois uma bela de uma pizza de pepperoní. Tudo regado a muita felicidade. E tudo o que aconteceu, eu imaginei deliciosamente isso antes. E geralmente tudo vai ficando ainda melhor do que eu mesmo imaginei porque, com a minha felicidade de ver tudo isso se desdobrando, aqui e agora, bem na minha frente, eu mesmo permito, o fluxo do Bem Estar fluir mais leve em minha vida e assim eu o acompanho em sua expansão infinita em criar novos mundos. E isso vai ficando cada vez mais, muito melhor.

Só mesmo minhas experiências, vividas ou vivenciadas, fazem o meu saber…

- quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Palavras realmente não ensinam nada a ninguém. É a experiência de vida o que me traz o meu verdadeiro saber. Essa experiência eu à adquiro, vivendo as minhas escolhas no meu dia a dia; desejando, permitindo e realizando coisas e eventos. Eu também me expando encontrando com os contrastes que, me fazem ter a certeza do que não quero e assim eu passo a focar só no que eu realmente mais quero, e com isso, eu sempre volto a experimentar desejar mais.

Outra fonte de experiências que, todos nós temos, são os livros e as historias das outras pessoas. Essas experiências apenas são minhas, quando eu as vivêncio, então elas passam a também ser minha historias de vida, minhas experiências vivenciadas. Os livros nos levam a viagens realmente maravilhosas.

Mas quando eu ouço palavras que tem uma correspondência vibracional ao saber que eu mesmo venho acumulando nesses anos de vida, como esse ser físico, então às vezes é muito mais fácil para mim, resolver qualquer coisa. Fazer as minhas próprias escolhas.

Todas as experiências que me trouxeram mais saber a minha vida, foram feitas de pensamentos e emoções vivas, são vibrações que eu mesmo senti, aqui e agora. Nunca importa se foram para eu saber o que eu não gosto, ou o que eu mais gosto, todas foram envolvidas com emoções. Em todas eu mesmo fiz uma viagem totalmente emocional, as que eu sei que não gosto, começaram a me prover um pequeno desconforto ou mal estar e foram fazendo eu descer na minha própria escala emocional.

E para as que eu mais adoro nessa vida, eu as vezes iniciei essa viagem emocional como o meu simples e poderoso “alivio” imediato, seja nas horas de minhas escolhas nesse eterno encontro com as diversidades de; pensamentos, pessoas, coisas e eventos, ou até mesmo pelo meu encontro com os contrastes que, a vida me oferece, apenas para eu continuar a fazer as minhas muitas e interminaveis jornadas emocionais. E então nesses momentos, eu mesmo subo na minha escala emocional. E eu faço isso aos pouquinhos, criando pontes sólidas entre as emoções, e também criando o meu vórtice criativo, fazendo a energia da vida girar sempre mais rápido ao passar por mim, em direção onde todos os meus desejos já estão, não só me esperando, mas me chamando sem parar, porque eu preciso, não só seguir o fluxo do Bem Estar, mas deixá-lo passar por mim e continuar a expandir tudo, inclusive o próprio Universo.

A vida é pra ser, muito, mas muito mais fácil mesmo, em tudo.

- quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Eu custei a entender que jamais devia tentar apressar as coisas. E realmente é muito bom poder saborear bem mais tudo aquilo que faço no meu dia a dia. Agora eu faço os meus planos, bem mais deliberados e bem mais específicos, e isso é, sobre tudo o que estou fazendo, aqui e agora. E em tudo o que faço, eu deixo com que, a minha intenção dominante, seja a de encontrar a felicidade e o prazer máximo, em tudo o que eu puder imaginar. Agora mesmo estou planejando minha viagem a João Pessoa amanhã, já me vejo andando de bike, comendo nos maravilhosos restaurantes que essa cidade maravilhosa tem, já me imagino sentado na minha cadeira de praia pescando e me sentindo muito bem, adoro o hotel que eu sempre fico e que é bem de frente pro mar, eu consigo imaginar até o cheiro gostoso do meu café da manhã, eu ouço a alegria da minha KK, podendo passar quatro dias em uma cidade tão linda como João Pessoa.

Então, com isso eu deixo com que, o meu desejo de sentir esse prazer, o meu desejo de me sentir bem, ser o meu único objetivo final em tudo. O meu objetivo não é ter grandes negócios, meu objetivo é ser muito mais feliz com meus grandes negócios. O meu objetivo não ter meu carro novo, o meu objetivo é ser muito mais feliz com meu carro novo. E ao brincar a todo o momento, de buscar mais e mais pensamentos que, me faça sentir bem, eu sempre estou em perfeita harmonia vibracional, com a energia da Fonte do Bem Estar. E nessas condições, apenas o Bem Estar pode vir para mim e só o que é bom e mais, pode ser o meu dia a dia.

O Universo está sempre conspirando ao meu favor…

- terça-feira, 18 de setembro de 2012

Eu gosto de saber, entender e conceber que, as coisas estão sempre em evolução, tudo está sempre se expandindo. tudo é sempre mais… E recordando dos lugares que mais marcaram a minha vida, eu me lembro de Friburgo, minha cidade natal, era uma cidade de grandes industrias tinha um comércio voltado para os operários das fabricas, e um turismo de finais de semana e as férias, depois se tornou, “A Capital da Moda Intima”, fazendo milhares de pessoas terem suas próprias confecções, fabricas de aviamentos, elásticos, lacinhos e muitos grandes depósitos de tecidos das maiores industrias do pais, o que trouxe o turismo de negócios, e grandes faculdades. O que mudou a vida de toda a cidade.

Manaus nos anos 70, só tinha o centro de alvenaria, a maioria das casas eram de madeira, tinha mais importadoras do que industrias, hoje tem o maior distrito industrial do Brasil, é imponente.

Recife mesmo, quando cheguei aqui a dezasseis anos atrás, era uma cidade grande em ritmo de cidade pequena, o estado com poucos investimentos, hoje é o estado que mais cresce. Eu sei que há muitas coisas que poderiam ser ainda bem melhor onde eu sou, esse ser criador de minha própria realidade. Mas, isso não é realmente um problema pra mim, pois “onde estou” está constantemente mudando para algo melhor. A praia de Boa Viagem, é um exemplo, hoje é outra completamente diferente. A pracinha já não é mais lugar de bares e bordeis, as barracas de coco da orla, já não são mais aquelas coisas feias e sujas, ganhamos estabelecimentos decentes, a orla hoje tem 7,8 km de ciclovia, muitos prédios novos e de luxo. Um aeroporto novo, moderno e maravilhoso. A entrada da cidade pela estrada da batalha ficou linda. E eu nunca vi tanta concentração de carros importados juntos como no meu bairro. Tudo é muito melhor do que antes.

Eu gosto de saber que, com o meu olhar para as melhores coisas ao meu redor, de onde eu sou, sempre as coisas melhores, tornam-se as mais dominantes na minha experiência. E é muito divertido saber que, as coisas estão sempre trabalhando para mim, é como eu assistir a prova viva disso acontecendo bem na minha frente. E eu vejo mais e mais evidências disso, a cada dia.

Um Buda moderno…

- segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Como todos nós vemos hoje, tudo na vida precisa ser atualizado, fazer um Upgrade, afinal ninguém pode ser menor do que já é. A vida é sempre mais… Ou você segue o fluxo de energia do Bem Estar, se atualizando com tudo o que é colocado no vórtex Universal por todas as pessoas, ou você fica só criando resistências a sua própria felicidade. Eu faço meditação desde os meus treze anos, só não sabia a real utilidade dela, no budismo eu aprendi que era para entrar em estado de Buda, so que tinha uma coisa que não me agradava muito, ter de fazer todos os dias e de manhã e a noite, e quando um obstáculo aparecia, o que hoje eu o chamo de contrastes, os dirigentes falavam que era para eu fazer horas e horas de meditação, mas sem nenhuma intenção, além de ser muito penoso.

Hoje eu faço minha meditação completamente diferente, não mais recito um mantra, eu dou primeiro a minha intenção, e apenas faço 15 minutos no máximo por dia, quando quero e na hora que sinto vontade. Eu apenas presto a minha atenção não dividida, exclusivamente na minha respiração, no ar entrando e saindo, se algo vier na minha mente, eu volto a focar no ar entrando e saindo, porque quando eu paro de ter pensamentos, Eu paro de ter pensamentos resistentes. Esse é o real motivo da meditação, limpar a mente, e voltar a se ligar na consciência Universal. Onde está todo o conhecimento e todas as respostas.

Só existe um fluxo de energia que flui por todo o Universo, o do Bem Estar. O homem com sua mente limitada, é quem cria resistências ao seu próprio Bem Estar. Ontem no Globo Rural a Agrônoma Ana Maria Primavesi, uma criadora fantástica, essa sim pode se chamar de exemplo de criação, ela pesquisou e escreveu sobre o solo tropical, mostrando que a biodiversidade no solo é o que cria o Bem Estar no campo, o homem com seus pensamentos de falta, apenas criou os venenos, os agrotoxicos.

Quando eu paro de ter pensamentos resistentes, como eu não posso jogá-los fora ou excluir nenhum deles, então eu apenas os deixo de lado. E recebo a energia pura de Bem Estar do meu “Eu Interior”.

É por isso que precisamos praticar mais a apreciação, porque quando eu estou apreciando algo, não importa o que seja, pode ser; um doce que eu gosto, meu iPhone, minha bike, um de meus carros, o mar, a areia branca da praia, o céu azul ou até os seios lindo da mulher que está deitada na minha frente. Nesse exato momento de apreciação, eu realmente não estou no modo de resistência, e assim eu deixo o fluxo de Bem Estar fluir por mim, e esse fluxo faz eu criar o meu próprio vórtice criativo, onde todas as energias que precisam ser reunidas, para materializar todos os meus desejos, se reúnem e começam a ficar densas, para então ganhar formas, e isso volta pra mim, em forma de cada vez mais Bem Estar pessoal.

A Lei da Atração… Que nunca foi segredo…

- domingo, 16 de setembro de 2012

O filme, O segredo “The Secret”, é baseado todo nessa Lei, mas suprimiu o próprio segredo, que é a vibração. A lei da Atração, é uma Lei Universal simples, “semelhante atrai semelhantes”, que, funciona para todos sem distinção. Você tendo conhecimento ou não dela, querendo ou não utilizá-la. E ela começou a atuar individualmente na minha vida, desde que, o óvulo da minha mãe foi fecundado. Porque até as minhas células individualmente já desejavam, já vibram e utilizam essa Lei para criar esse meu corpo físico saudável. Embora eu esse ser físico, a utilizasse desde que, o meu cérebro foi formado, por volta da oitava semana de gravidez da minha mãe. Eu só fui saber da sua existência nos anos 90. Porque desde ainda muito criança, com o passar dos anos, eu fui adquirindo vários tipos de crenças internas, frequentei várias religiões, inclusive o Budismo. E ninguém me falava nada sobre essa poderosa Lei da Atração, nem nas escolas, eu só conhecia até então a Lei de Causa e Efeito.

Foi quando eu percebi que, o pensamento que eu estou escolhendo agora, não só atrai o pensamento seguinte e o próximo e assim por diante. Como também atraia pessoas, coisas e eventos semelhantes. E isso me deu um animo a mais pra viver, porque eu mesmo já tinha comprovado isso em minha própria vida. Minha sede por liberdade, felicidade e expansão, me levou a ser rebelde desde pequeno, e assim eu já atraia muito mais do que eu queria de verdade. E com isso eu fui moldando minha vida pra melhor. Embora eu ainda criasse muita resistência ao meu próprio Bem Estar, por não saber que eu tinha que permitir o que eu queria deliberadamente, então as vezes eu permitia o que eu não queria. Porque a Permissão é a Lei mais difícil de se entender e praticar.

Depois que eu fui lendo os livros dos Abraham, vendo os vídeos do Bashar pela Internet, eu pude assimilar que, esse meu pensamento também fornece a base do meu alinhamento com o meu “Ser Interior”. E se eu consistentemente e deliberadamente passasse a pensar e falar muito mais do que eu quero, e menos do que eu não quero, eu me encontraria com muito mais frequência, em completo alinhamento com a essência pura e positiva da minha própria Fonte de Bem Estar. E sob essas condições, relembrando também da Lei da Criação Deliberada, a minha vida foi ficando extremamente agradável para mim. Como ela é hoje. E hoje eu posso dizer e afirmar com a minha própria vida que, esse conjunto de Leis Universais realmente funcionam. Nada é mais importante do que eu me sentir bem…

A Fonte do Bem Estar, me dando a dica de tudo…

- sábado, 15 de setembro de 2012

Eu estava com um amigo, ele estava passando por um problema familiar sério, e me perguntou sobre, como eu me sairia do problema que ele estava passando, já que eu pareço pra ele, ser sempre uma pessoa tranquila e muito feliz. Eu me lembrei da Esther Hicks falando pra mim, de alguma forma, enquanto eu lia, quando eu fiquei com meu pai internado num hospital, em estado terminal de um câncer, onde todos se sentiam mal, e cobravam de mim uma atitude, ou minha presença. Então eu respondi…

Quando eu me pego num estado de emoção negativa, seja ela qual for, muito leve ou muito forte. Pode ser, por eu apenas ver a minha mulher usando uma coisa que eu não queria que ela usasse, como o meu phone de ouvido, do meu iPhone no notebook dela, ou por eu receber uma noticia muito ruim de um parente meu, que está doente ou acidentado. Então, nesse momento eu paro, nesse exato momento em que eu tenho a consciência viva de que, estou tendo essa emoção negativa aqui e agora. E então percebendo que, isso é totalmente contra o fluxo natural do Bem Estar que vem ininterruptamente pra mim.

Eu mesmo faço uma pergunta pra mim. E eu faço essa pergunta, não para esse ser físico, mas para à Fonte que sempre existiu dentro mim. “Fonte! Como você está vendo isso?”

Pois a emoção negativa que estou sentindo agora, significa que há dois pontos de vista contraditórios acontecendo neste exato momento, o ponto de vista da Fonte de energia que cria mundos, e o ponto de vista que eu, esse ser físico, estou mantendo exatamente, aqui e agora.

E quando eu falo: “Fonte (ou Ser Interior, ou qualquer nome que eu queira dar à esse amplo, novo aspecto; ao eu, mais evoluído e sempre em expansão) como você está vendo isso? O que você vê? Eu quero realmente escutar o que ela tem a dizer sobre isso”. Eu apenas paro por um momento e tento escutar.

E nesse momento, eu apenas foco na minha respiração, no ar entrando e saindo, tento manter a minha mente mais limpa o possível, nem mesmo é preciso muito tempo nesse exercício, porque para a Fonte, um nanosegundo é uma eternidade.

E então, eu ouço o chamado da Fonte. Eu ouço a Fonte me dando a direção certa, totalmente específica, exatamente ali, exatamente naquele momento. Pois a Fonte nunca me nega o ponto de vista dela.

A Fonte nunca para de saber quem eu sou. A Fonte nunca para de saber quem realmente eu sou, aqui e agora. A Fonte nunca para de ser quem eu realmente sou. E a Fonte nunca para de chamar a minha atenção, para quem eu realmente sou.

E quando eu paro e faço a pergunta exata. “Como você está vendo isso?” Eu nunca consigo ficar sem ter a resposta certa, e eu sei que sou totalmente capaz de ouvir a parte do que a Fonte tem a me dizer.

E jamais devo me preocupar, se eu não puder escutar toda a história exatamente, aqui e agora. Eu mesmo sei que, irei escutar isso, muito em breve.