Fizeram você correr atrás do que, jamais foi realmente importante…

23 de setembro de 2012 por
Publicidade

O meu propósito nessa vida é, eu mesmo viver feliz, aproveitando o máximo as minhas muitas escolhas individuais, seja pela diversidade que a vida já é, ou pelos contrastes que ela mesma já me apresenta, durante o meu dia a dia. Então, eu tenho coisas que gosto muito e, outras que não. E eu só preciso focar e permitir pela minha própria alegria, tudo aquilo que eu mais quero, para que isso venha facilmente para a minha experiência, aqui e agora. Como a maioria já se esqueceu disso, então elas vivem focando mais no que não querem e se sentindo mal, criando assim, apenas mais disso que elas realmente não querem em sua vida.

Eu, vim para esse corpo físico, nesse mundo de; tempo, espaço e distãncia, com as mesmas intenções, com que todas as outras pessoas que estão aqui tiveram antes de nascer nesse mundo, que é Ser; livre, feliz e expansivo em tudo. E eu sabia muito bem que, era só preciso, eu mesmo; desejar mais, permitir mais e realizar mais… Porque na verdade, tudo está em eterna expansão. A vida é e sempre será mais, e eu jamais poderei ser menos do que eu já sou. Então, por esse motivo muito simples e óbvio, eu jamais posso excluir nada dela ou nela, apenas posso incluir mais… Sempre mais… E eu incluo mais de tudo, seja do que eu mais gosto, ou até mesmo, daquilo que jamais gostei, e eu faço isso com o meu foco, com a minha atenção não dividida sobre qualquer coisa.

Então, como os nossos pais acreditaram, nessas abobrinhas que as religiões inventaram, e que elas ainda solidificaram todas essas idiotices, montando suas escolas burras. Apenas para nos emburrecer ainda mais… A maioria das pessoas ainda tem essa coisa idiota de querer ter ou achar de qualquer maneira, um “grande propósito de vida”, para só então depois disso, quem sabe um dia ser feliz. E tem gente que escolheu apenas ser uma coisa a vida toda, e ainda diz que é isso o seu grande propósito, outros passam a vida toda procurando essa idiotice, desperdiçando a vida. E com isso, nós mesmos, nos distanciamos da Fonte do Bem Estar. Criando resistências diárias ao nosso eterno fluxo de energia do Bem Estar, a essa energia que cria mundos. Não é a toa que a maioria das pessoas sofram, elas mesmas estão se negando, elas estão se distanciando de quem elas realmente são, e a tudo o que elas tem de melhor. Criando apenas, cada vez mais resistências a tudo o que elas mais querem nessa vida.

Eu sou um Ser que já tive inúmeras vidas físicas e não físicas, e sempre acumulando conhecimentos na Fonte, e tenho o acesso a todo esse conhecimento a hora que eu quiser, basta eu acalmar a minha mente física. E nesses momentos de intenção de acalmar minha mente, eu tenho lampejos de sabedoria, e com isso eu volto a confiar muito mais no meu eu interior, que é a minha maior parte, a que tem todo o acesso a toda sabedoria do Universo, e ele se comunica comigo desde o dia em que, as minhas primeiras células começaram a se reproduzir, para assim formar esse corpo físico. Ele me diz quando estou no caminho de mais liberdade quando ele me manda mais sentimentos bons, ele me enche de paixão quando eu deliberadamente procuro razões para me fazer ainda mais feliz, ele me aprecia e muito, quando eu me expando com minhas escolhas e o meu direito inalienável de; ser, ter e fazer tudo o que eu mesmo quiser.

Ele sempre me diz se eu estou indo na direção dos meus desejos, ele me envia essas emoções adoráveis, mas ele permanece completamente imóvel no meu vórtice, sempre me chamando, quando eu mesmo me afasto dos meus desejos, e é por isso que eu me sinto mal, porque assim, eu mesmo só crio mais resistência ao meu próprio fluxo constante de Bem Estar.