Porque minha vida é de altos e baixos?

16 de setembro de 2011 por
Publicidade

Muita gente vive assim, uma hora tudo está bem e de repente tudo se desmoronara, e lá vai ela de novo nos seus altos e baixos do seu cotidiano, no seu dia a dia, ainda bem que a maioria não tem tanto dinheiro para se drogar como os artistas, que na maioria deles também vivem nessa mesma vida de altos e baixos e é por esse motivo que muitos dos grandes astros de elevar a vibração das multidões, morrem tão cedo, ou seja, eles apenas deixam essa dimensão física mais cedo do que deviam.

Isso se dá pela sua falta de entendimento em como funciona as coisas, as pessoas querem dar saltos quânticos, quando o seu ser físico não suporta esse tipo de processo, e a maioria realmente volta a ser pura energia novamente, mesmo sem querer isso.

Na vida cotidiana da grande maioria, isso até é realizado de outra forma, como eles não tem muito dinheiro para se drogar, eles alugam os seus amigos, seus conhecidos e até mesmo os seus amigos virtuais na internet que, agem na maioria da vezes como caixas de ressonância de seus problemas, e ao botar para fora todas as suas agruras, todos os seus limites auto impostos, eles se libertam da dor solitária de se sentir mal, e chegam até a sentir um certo alivio reconfortador, mas logo depoisde desligarem seus aparelhos, voltam a sentir uma dor maior, um grande mal estar, alguns até depressão profunda.

Como os caras que se drogam, eles vão da depressão ao êxtase em segundos, e quando acaba o efeito, eles despencam de vez.

E o mais gozado de tudo isso é que, a maioria das pessoas que estão de fora, os que ainda não passaram por isso, ou até as que não se lembram mais que também passaram por coisas semelhantes, elas entram no mesmo jogo idiota, na mesma ignorância, em tentar ajudar de qualquer maneira o cara a sair da sua depressão, diretamente para a sua alegria intensa, o que é praticamente impossível de se fazer sem os efeitos colaterais, porque para se viver nessa dimensão física é preciso usar o tempo e o espaço que existe entre cada vibração, entre cada emoção, sem isso, não seriamos tão densos o suficiente para se criar corpos físicos e coisas, e assim eles ficam vibrando sempre no mais, de mais disso mesmo.

Para nós seres físicos podermos realmente subir na escala emocional, vibracional, sem o desconforto, ou o risco de cair de uma única vez ao fundo do poço, é preciso criar pontes, é preciso realizar os fechamentos de lacunas entre onde você está agora, no momento do desejo até exatamente onde está a fonte te esperando com seu desejo já realizado, porque na verdade todo desejo é automaticamente realizado na hora que nasce esse desejo, é você que o faz demorar muito ou o faz postergar pelo tempo que dure, pela sua resistência a sua felicidade que é o único objetivo final de qualquer desejo que nasce em sua experiência física.

Ai o cara esta em depressão ou está com muito medo da vida, e vai pro seu trampo diario, e por ser um observador e omisso na maioria das vezes, até pode se sentir melhor, isso quando tudo esta bem no seu lugar de trabalho duro, mas, ao chegar de novo em casa, cai na mesma depressão, novamente, e ai ele entra na internet e volta a vomitar suas lamurias, para achar alguém que seja caixa de ressonância de seus problemas, e ao encontrar alguém, que pode ser você ai, o seu alivio é de imediato, até ele desligar a sua conexão na internet, para no amanhã seguinte tudo voltar a ser mais, só que mais da mesma coisa, mais do que já é.

Para se subir na escala emocional verdadeiramente é preciso vivenciar, e experimentar as emoções, todas as vibrações intermediarias ao maximo que possível, para poder assim criar coisas como se fossem ranhuras numa pedra lisa, e não mais deslizar até ao inicio dessa escalada emocional a qualquer pequeno deslize, e sim subir se deliciando como se estivesse chupando um delicioso sorvete com coberturas, que a cada lambida mais vontade de continuar, volte a sua mente, como sentir um delicioso pequeno e poderoso alivio, e para isso é preciso saborear tudo mesmo, o sabor da inveja, o da raiva, o da duvida, o da irritação, o do pessimismo até chegar na alegria.

Mas, infelizmente nem você que está realmente sofrendo, e se sentindo mal, nem mesmo eles que estão tentando lhe ajudar, não enxergam isso, eles acreditam que ao tentar de todas as maneiras, e até às vezes escrevem mesmo com vontade e boa vontade muitas linhas e mais linhas tentando te jogar na alegria imediatamente, então, eles e você mesmo naquele exato momento acham que tudo ficou muito bem.
Mas ao desligar o seu PC, seu note, seu iPhone ou seja lá o que for que te conectou a internet, você volta a se sentir mal.

Isso porque você não fez a sua preciosa e deliciosa viagem emocional, não fechou sua lacuna, você apenas deu um salto quântico, e se iludiu de vez como os que se drogam se iludem em tentar encontrar uma alegria permanente, só que não existe e nunca existira um final pra nada, ou algo permanente nesse mundo físico, você está e sempre estará em eterna expansão.

A felicidade está em entrar e sair do vórtice, muitas e muitas vezes e é isso que eu e você viemos experienciar aqui neste planeta Terra.