Seja wiki, pare de dar um tempo para as coisas indesejadas…

31 de janeiro de 2011 por
Publicidade

A maioria das pessoas que eu encontro no dia a dia, vivem dizendo; isso está ruim, isso aqui não está legal, estou me sentindo mal, se não fosse isso eu me sentiria melhor, se não fosse por Fulano ou Beltrano eu não me sentiria assim tão mal, etc, etc e etc…

É a tal da opressão, do sentir-se oprimido por situações exteriores.

Veja o exemplo das crianças que estão chegando a esse mundo agora, elas são wiki, extremamente rápidas em tudo, os mais velhos, seus pais e avós se espantam com tamanha facilidade com o novo, tem crianças com três anos que sabe mais de computador que muito professor de faculdade. E elas estão sempre querendo mais…

Se nós fossemos tão rápidos quanto elas em pedir ao Universo: Universo eu quero isso, eu quero aquilo, eu quero aquilo outro, por si só já nos equilibraríamos, pois estaríamos creditando ao Universo e à nossa Fonte, à nossa própria escolha deliberada, o bem estar, que é interno e nunca, jamais, será externo.

E assim, o Universo, a partir da nossa própria deliberação, já estaria trazendo para nós, tudo o que nos já pedimos e poderíamos repousar nessa confiança que, por sua vez, traz o bem estar só pelo fato de estarmos criando deliberadamente.

Então, o mal estar não tem nada a ver com as outras pessoas ou coisas, mas, com o fato de que não estamos exercendo a deliberalidade de centrar-mo-nos em nossa Fonte.
Assim, nós não estaríamos sendo rápidos, o bastante, para mudar de posição, de postura pessoal, a fim de criar o contrário à opressão que dizemos sentir.

Quando somos muito rápidos (wiki), praticamos, e não mais nos sentimos oprimidos, pois estamos trabalhando exatamente na criação do contrário daquilo que nos chateia.

E aí, sim, estamos prontos para receber precisamente, agora, pois a recepção do desejado começa exatamente no momento em que começamos nos divertir com aquilo que desejamos pedindo/dizendo ao Universo o que queremos.