Diário de Bordo

30 de janeiro de 2011 por
Publicidade

O diário de Bordo de Antonio

“A partir de Janeiro de 2011, passei a dialogar com a minha mente”.

Decidi não deixá-la mais sozinha, nem desamparada.
Parei de pensar que pensamentos são “problemas”, “que desgastam”, que palavras não dizem nada!
Comecei a amar cada vez mais essa ferramenta que é a “palavra”!

Me tornei impecável com os meus “dizeres” e “pronunciamentos”, e comecei a vivenciar o que uma palavra forte e alegre, arejada, é capaz de fazer na minha vida.

A partir de Janeiro de 2011, comecei a cuidar dos meus pensamentos, tal como um Rico jardineiro cuida de seu rico jardim.
“Comecei a buscar intencionalmente pelo meu alinhamento.”
“Meu alinhamento…”
“O propósito mais importante da existência, é eu me alinhar com quem realmente eu sou”.

Comecei a compreender a vida por uma ótica simples e direta: – “Estou alinhado?”
Estou aproveitando o meu agora? – Estou vibrando na direção do que quero viver?
Estou focado? Estou compatível?

A partir de Janeiro de 2011, passei a me comunicar com minha mente, e decidi apoiá-la em tudo que ela precisar.
Comecei a dizer pra ela: “Tu é o fenômeno mais poderoso do planeta! Se tu for amada e bem tratada, tu vai me descortinar um mundo magnífico, com todas as surpresas inimagináveis que eu tenho o merecimento de experimentar.

A partir de janeiro de 2011, eu comecei a despertar a mim mesmo e ao mundo, e me permitir ser o Ser maravilhoso que eu realmente sou.

“A partir de Janeiro de 2011, eu passei a seguir minha felicidade…”