Eis a Pedra do Segredo

29 de julho de 2010 por
Publicidade

No Município de Cambará do Sul, parte mais alta serra gaúcha, encontramos a região dos Cânions.

A região é linda e é conhecida como Campos de Cima da Serra. São planícies levemente onduladas que se estendem pelo nordeste do Estado rumo leste até terminarem abruptamente em cânions e paredões altíssimos. Na parte de cima, Rio Grande do Sul…lá em baixo, 1157m de altura verticalmente pra baixo, Santa Catarina.

São vários cânions posicionados paralelamente um ao lado do outro, todos no sentido oeste-leste. Itaimbezinho, Fortaleza, Malacara, Pedra Afiada, Índios Colorados…

 

Em dias claros e sem neblina, é possível você avistar abaixo a planície litorânea do Estado vizinho que se estende por mais de 70 km até o Atlântico.

Se não sofrer de vertigem e com boa dose de sangue frio é possível você sentar o traseiro em um Estado e ter as solas dos pés voltados para o outro.

Também pela mesma região é possível percorrer uma trilha relativamente curta que nos conduz até a Pedra do Segredo. Um enorme rochedo equilibrado como por mágica na beirada do começo do Cânion Fortaleza. Olhando pra ele, temos a impressão que ele está prestes a cair…parece desafiar a lei da gravidade e estar totalmente fora de seu centro de gravidade.

O processo de desejar algo e efetivamente ver manifestado em nossas vidas funciona de modo análogo.

O que é um desejo senão uma vontade de ver manifestado em nossas vidas algo diferente do que se apresenta agora? Pode-se perfeitamente estar em certa localização emocional e ter os olhos da alma voltados para uma realidade completamente distinta. Isso é criar! Estou aqui fisicamente…mas visualizo, tenho diante de meus olhos algo diverso, mais agradável, que me faz um bem danado.

Parece difícil ou impossível de aceitar tal fato? Mas é exatamente assim que funciona, e a natureza é rica em demonstrações de que é perfeitamente possível.