Empresas já usam as redes sociais para atrair consumidores

24 de maio de 2010 por
Publicidade

As redes sociais online como: Twitter, Facebook, Vibre Leve e YouTube vêm alterando a forma como as pessoas se relacionam e têm acesso à informação em todo o mundo.

A velocidade com que circulam informações, críticas e elogios sobre toda sorte de assuntos chegou a tal nível que ninguém que dependa, em algum grau, da opinião pública, pode se dar ao luxo de ficar de fora do processo. Até os políticos, passaram a interagir com os usuários dessas ferramentas interativas. Para acompanhar os gostos, sentimentos, reações e principalmente os desejos dos seus clientes, empresas e serviços também têm sido obrigadas a esquecer a época em que marcar presença na internet significava ter um site.

É preciso estar por toda parte. Em todo o Brasil, empresários estão se adaptando à nova realidade, e já existe até empresas especializadas em monitorar e para ajudar a cuidar da imagem virtual.

O fenômeno e a explosão das mídias sociais com a força que elas possuem nos dias de hoje não é recente. O serviço de microblog Twitter, por exemplo, atualmente o canal mais popular dentre todos, foi criado em 2006 e, no Brasil, só se tornou realmente conhecido no ano passado.

 Agora a vez é da rede social dos desejos Vibre Leve, que mexe com todos os desejos dos internautas, transformam produtos em desejos, empresas em Fontes de desejos. Entretanto, no universo das redes da web, as coisas acontecem tão rapidamente que quem deseja seguir o ritmo é forçado a tomar decisões antes mesmo de entender o que está se passando.

A artista plástica brasiliense Mariana Dap, proprietária da loja de peças de design Mercado Cobogó. Antes ela organizava exposições, abriu um espaço fixo de vendas na Asa Norte no ano passado. Na época, sabia por intermédio de amigos que ferramentas da rede mundial de computadores começavam a se mostrar eficazes na divulgação de negócios. Mesmo sem ter muita intimidade com as mídias, resolveu ousar. “Começou a mexer e a fuçar com a ajuda dos amigos, e decidiu que ia fazer tudo de graça, usando esse tipo de canal”, conta.

Atualmente, não é exagero dizer que a empresa da artista plástica está espalhada por toda parte. O Mercado Cobogó tem o seu nome divulgado nos conhecidos e campeões de acessos Twitter, Facebook, Vibre Leve, YouTube e Flickr..

As principais ferramentas da web

Twitter
» O serviço de microblog é a febre do momento. Permite ao usuário compartilhar com os seguidores informações em textos de até 140 caracteres. Permite divulgar vídeos, fotos e direcionar o leitor para outras páginas da web por meio de links. Empresas têm usado a ferramenta para campanhas publicitárias inteiras pensando apenas no público que possui conta no Twitter. As notícias circulam tão rápido que os usuários ficam sabendo de um fato antes de ele ser noticiado por sites e emissoras de rádio e TV.

YouTube
» Permite compartilhar vídeos ou fazer o upload de produções próprias. Para divulgar o conteúdo, é preciso abrir uma conta, com o fornecimento de nome, e-mail e dados pessoais. Várias empresas se aproveitam da popularidade do endereço na net para anunciar seus produtos.

Orkut
» O site de relacionamentos é quase considerado velharia hoje. Foi criado em 2003 com o objetivo de ajudar os usuários a fazerem amizades e trocarem ideias e informações. Fez tanto sucesso que foi incorporado pela Google. Menos ágil do que os similares, é um canal válido para empresas no país porque congrega um número enorme de brasileiros. Eles já foram a maioria dos cadastrados no Orkut, e, atualmente, perdem para os indianos.

Conta hoje com mais de 26 milhões de usuários só no Brasil.

Facebook
» Permite a criação de perfil com fotos e informações pessoais à semelhança do Orkut, mas o usuário é estimulado a postar dados de forma mais concisa, e as atualizações circulam mais rápido por sua rede de amigos. É um precursor do Twitter. Empresas criam perfis e utilizam a ferramenta para divulgar eventos e campanhas. Essa já tem mais de 400 milhões de usuarios.

Vibre Leve.com

» É uma rede social que mexe com todos os desejos de seus internautas, a diferença fundamental é que ela não utiliza de banners ou links patrocinados como as demais, ela é sem duvida alguma a única rede 3.0, as “fotos” são a publicidade das empresas em forma de desejos dos seus usuários, as empresas criam fontes de desejos e colocam fotos de todos seus produtos para que cada internauta possa ser livre para escolher desejar, adicionar e compartilhar esse desejo com milhares de internautas, inclusive de outras redes como: Orkut, Facebook e Twitter, e ainda faz com que os seus usuários convidem pessoas de seus provedores de e-mail tipo: Hotmail, Yahoo, Globo, Bol e outros, para compartilhar este desejos replicando isso para milhões de pessoas. A rede Vibre Leve tem ainda a política de premiar esses compartilhamentos, os dez que mais compartilharem desejos de uma determinada fonte de desejos, ganham prêmios, sem nenhum tipo de sorteio, fazendo crescer a cada minuto o numero de seus usuários. Ela ainda tem seu próprio blog.

LinkedIn
» É uma rede de relacionamentos adulta, com perfis que se assemelham a currículos. As informações disponíveis são sobre formação profissional e acadêmica, deixando de fora dados como música e livros preferidos. Empresas aproveitam o espaço para marcar presença e para caçar novos talentos.

Blogs
» É como se os usuários tivessem seu próprio site para divulgar qualquer tipo de conteúdo, sem a necessidade de pagar pela hospedagem e pelo uso do domínio. Se o internauta comum aproveita a plataforma de divulgação gratuita, as empresas também, principalmente as iniciantes, que não podem gastar muito com publicidade. Também é usada por empresas com nome consolidado no mercado, quando querem fazer campanhas mais descontraídas e com maior apelo popular. Os serviços de blog mais conhecidos são o Blogger, o Blogspot e o WordPress.

Flickr
» É um site cujo foco é o armazenamento de fotografias. Serve para amigos compartilharem álbuns. É considerado útil por empresas que desejam divulgar imagens de produtos e de eventos.

Os brasileiros estão mais conectados que nunca…

Em redes sociais, as pessoas contribuem com opinião e informações por sua livre vontade. O Brasil, já é o campeão disso. O Ibope mostrou que mais de 80% dos brasileiros estão conectados a essas ferramentas.

Algumas empresas temem entrar nesses espaços, porque tem medo de colocar a cara a tapa. A questão é que não adianta nada não colocar. Você pode achar que não está na internet, mas as pessoas já estão a falar sobre a sua marca e seus produtos e ponto final.

As empresas precisam rapidamente monitorar, intervir, e, se possível, alterar a percepção sobre um produto ou acontecimento de negativa para positiva. Não dá para estar na web de um jeito passivo, só criando um site ou uma conta em rede de relacionamento.

Tem que fazer isso, mas tem também que ir atrás do que estão dizendo sobre a sua empresa e seus produtos.


  • http://www.mercadocobogo.com.br Cobogó Mercado de Objetos

    =]

  • http://www.mercadocobogo.com.br Cobogó Mercado de Objetos

    oi, eu de novo!
    Estava lendo

    a proposta do Vibre Leve, mas não entendi muito bem….
    Vc pode me enviar um email me explicando como funciona?
    obrigada,

    Mariana Dap